Live: "A pós-pandemia e o agronegócio na Região Sul do Brasil”, com Antonio da Luz, Gláucia Padrão e Jefrey Albers

 



Os economistas ANTÔNIO DA LUZ, Economista-Chefe da Federação da Agricultura do RS (Farsul) e ex-conselheiro do Corecon-RS, GLÁUCIA ALMEIDA PADRÃO, economista da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri-SC) e JEFREY KLEINE ALBERS, economista e coordenador do Departamento Técnico e Econômico da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), participam de live, nesta segunda-feira, dia 1º de junho, às 19 horas. Abordarão o tema “A pós-pandemia e o agronegócio na Região Sul do Brasil”, dentro do projeto “Força-tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Corecon-RS, com o apoio do Corecon-SC e do Corecon-PR.
 
facebook.com/coreconrs/
 
 
 
 
 

Curriculuns

Antônio da Luz
Economista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mestre em Economia (UFRGS) e Doutor em Economia do Desenvolvimento pela PUC-RS, além de ser pós-graduado em Master Business Economics e também Derivativos Financeiros. Atua como Economista-Chefe do Sistema Farsul e professor Titular das disciplinas de Comercialização e Microeconomia em cursos de Pós-Graduação (Especialização e MBA) na ESPM. Atuou como economista da Agenda 2020 e também como Corretor de Bolsa de Valores Mobiliários. Antônio da Luz é um dos 89 economistas brasileiros e estrangeiros que são consultados pelo Banco Central para elaboração do Relatório Focus com as expectativas de mercado para PIB, Inflação, Juros, Câmbio, etc. Ex-conselheiro do Corecon-RS e Economista do Ano, em 2017.

Gláucia Almeida Padrão
Possui graduação em Ciências Econômicas pelo Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm), mestrado e doutorado em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atualmente é Analista de socioeconomia da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Agrária e dos Recursos Naturais, atuando principalmente nos seguintes temas: eficiência econômica, competitividade, comércio internacional, monitoramento de safras e mercado agrícola.

Jefrey Kleine Albers
Economista, coordenador do Departamento Técnico da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), Consultor Financeiro na ACCL - Albers Contabilidade e Consultoria Limitada, Professor na Sociedade Paranaense de Ensino e Informática (Faculdade SPEI) Centro Universitário do Paraná (FAE).

 
 
 

LIVE: “Economia da Saúde: lições europeias", com os economistas Pedro Pita Barros, Giácomo Balbinotto, Gisele Braun, Márcia Godoy e Ricardo Letízia

live0306 550Os economistas PEDRO PITA BARROS (Universidade Nova de Lisboa), GIÁCOMO BALBINOTTO NETO (UFRGS), GISELE TEIXEIRA BRAUN (BID), MÁRCIA REGINA GODOY (FURG) e RICARDO LETÍZIA GARCIA (UERGS) participam de LIVE, nesta quarta-feira, dia 3 de junho, às 19 horas. Abordarão o tema “Economia da Saúde: lições europeias", dentro do projeto “Força-tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Conselho Regional de Economia (Corecon-RS).


Facebok/coreconrs/

Curriculuns

Pedro Pita Barros
Possui Doutorado em Economia. Professor Catedrático na Universidade Nova de Lisboa, é membro do Expert Panel on Effective Ways of Investing in Health (European Commission), do EC Mission Board for Cancer, do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (Portugal), do Conselho Nacional de Saúde (Portugal), da Direcção do IPP – Instituto de Políticas Públicas Thomas Jefferson – Correia da Serra. É editor do International Journal of Health Economics and Management. Colabora, como editor associado, com as revistas científicas Health Policy, Health Care Management Science, e Portuguese Economic. Recebeu as distinções "Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique" (Portugal), "Medalha de Serviços Distintos", grau “ouro" - Ministério da Saúde (Portugal). Publica regularmente artigos científicos em revistas de Economia, e Economia da Saúde em particular. Os atuais interesses de investigação centram-se em Economia da Saúde, Regulação Económica e Política de Concorrência.

Giácomo Balbinotto Neto
Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestrado em Economia pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Econômicas e doutorado em Economia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pesquisador do IATS/UFRGS. Professor de Economia da Saúde do PPGE/UFRGS e Pesquisador do Instituto de Avaliação de Tecnologias em Saúde da UFRGS (IATS/UFRGS). Orientador de Doutorado e mestrado. Suas linhas de pesquisa são Economia da Saúde, Avaliação de Tecnologia em Saúde, Economia dos transplantes e Farmacoeconomia.

Gisele Teixeira Braun
Possui graduação em economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestrado e doutorado em Economia pela Universidade Nova de Lisboa. Desenvolveu pesquisa de pós-doutoramento na University of Guildford, Reino Unido, entre julho de 2014 e julho de 2015 e na Universidade Federal de Pelotas entre agosto e dezembro de 2015. Atuou como pesquisadora em economia da saúde no período entre 2008 e 2011 e como consultor técnico para as Nações Unidas em 2013. Trabalhou como economista no Conselho das Finanças Públicas de Portugal. Exerce a função de economista no Banco Interamericano de Desenvolvimento, no departamento de países da América Central, Panamá, República Dominicana e Haiti desde 2019. Tem experiência em economia aplicada, atuando principalmente em temas relacionados à economia da saúde, ao financiamento da saúde e à avaliação de políticas públicas em saúde e desenvolvimento económico.

Márcia Regina Godoy
É Doutora em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Fez estágio doutoral na Universidade Nova de Lisboa, em Portugal, e pós-doutorado em Economia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Foi professora visitante doo PPGE da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Colaborou na elaboração de três diretrizes metodológicas de avaliação econômica utilizadas pelo Ministério da Saúde do Brasil. Consultora na área de farmacoeconomia para empresas da Brasil, Europa e Estados Unidos. Seus principais interesses de pesquisa são: economia da saúde, avaliação econômica de tecnologias de saúde, farmacoeconomia, regulação econômica, finanças pessoais e corporativas, e economia do crime.

Ricardo Letízia Garcia
Graduação, Mestrado e Doutorado em Economia pela Universidade Federal do RS (UFRGS) e Pós Doutorado pela Universidade Nova de Lisboa, em Portugal. Foi professor concursado na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). É professor Adjunto da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS). Leciona, pesquisa e ministra cursos e palestras na área de Economia da Saúde, Economia da Corrupção e Finanças Públicas. Tem experiência profissional lecionando, pesquisando e ministrando cursos na área de Economia da Corrupção, Economia do Setor Público e Finanças Públicas do RS, Economia da Saúde, Farmacoeconomia e Avaliação de Tecnologias em Saúde.

Com 26 lives desde o início do distanciamento social, Projeto gaúcho vira referência entre os Conselhos nacionais

O Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) vem desenvolvendo, desde o final do mês de março, quando foram determinadas as regras de distanciamento social no Brasil por recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma série de lives, produção de vídeos e orientações voluntárias de especialistas, dentro do projeto “Força-Tarefa: Economistas falam à sociedade gaúcha”. Desde o dia 2 de abril, já foram realizadas 26 lives, com a participação de renomados economistas do Brasil e do exterior, abordando o tema principal e seus impactos nos mais variados setores da economia local, regional, nacional e global. Foram, ainda, realizadas 16 gravações de vídeos, também com esse enfoque, além de atendimentos informais via fone, e-mail e whatsapp.

Segundo o presidente do Corecon-RS, economista José Junior de Oliveira, afirmou que a iniciativa tem o objetivo de informar e esclarecer a sociedade sobre os impactos da crise global gerada pela Covid-19 nas economias. “Com toda a potencialidade e conhecimento de nossos economistas, o Corecon-RS não poderia ficar omisso neste momento tão difícil, que transformou a vida de todos os cidadãos”, disse.

O vice-presidente, Aristóteles da Rosa Galvão, que coordena o Projeto, explicou que, para a elaboração das lives, estão sendo utilizadas as mais variadas plataformas gratuitas, como facebook, instagram, googlemeet, youtube, streamyard, entre outras, variando de acordo com a preferência dos apresentadores, assim como do público a ser atingido. Galvão lembra que o sucesso do Projeto, idealizado a partir de uma parceria com o Conselho de Santa Catarina, e, mais tarde, com o do Paraná, serve hoje de referência aos demais Corecons de todo o País. “O mais gratificante nisso tudo é ver a categoria unida em torno de um objetivo, que é levar à sociedade informações necessárias para um melhor entendimento deste momento pelo qual estamos passando”.

Uma das maiores autoridades mundiais em Economia da Saúde, professor da Universidade Nova de Lisboa, Pedro Pita Barros,
estará em live do Corecon

Embora o Corecon venha tentando manter um limite máximo de duas lives semanais, para esta semana estão previstas “A pós-pandemia e o agronegócio na Região Sul do Brasil”, com os Antônio da Luz, Economista-Chefe da Farsul, Gláucia Padrão, economista da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri-SC), e Jefrey Albers, da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), que acontecerá nesta segunda-feira, às 19 horas. Na quarta-feira, será um evento internacional, onde o Professor Catedrático da Universidade Nova de Lisboa, economista Pedro Pita Barros, será entrevistado pelos economistas Giácomo Balbinotto (Ufrgs), Gisele Braun (BID), Márcia Godoy (Furg) e Ricardo Letízia (Uergs), sobre o tema “Economia da Saúde: lições europeias”. Na sexta-feira, os economistas e professores da ESPM Roberto Uebel e Fabio Pesavento falarão sobre “Cenários pós-pandemia: impactos nas relações econômicas internacionais”.

LIVE: “Finanças públicas: a crise da pandemia, do extremo-norte ao extremo-sul”, com Mário de Lima e Neuler de Almeida

live2905artOs economistas Mário Jaime Gomes de Lima, professor universitário e conselheiro do Corecon-RS, e Neuler André Soares de Almeida, professor de Economia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), participam de live, nesta sexta-feira, dia 29, às 17 horas. Abordarão o tema “Finanças públicas: a crise da pandemia, do extremo-norte ao extremo-sul”, dentro do projeto “Força-tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Corecon-RS.

Facebook
facebook.com/coreconrs/

Curriculuns

Mário Jaime Gomes de Lima
É economista com mestrado e doutorado em Economia do Desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS). Atua nas áreas de políticas públicas, finanças públicas, gestão pública, planejamento e desenvolvimento regional, urbano e metropolitano, com experiências em diversos órgãos e conselhos da administração pública brasileira. Há sete anos é professor da área de negócios da Universidade La Salle (Unilasalle). Como economista, atua como assessor na Secretaria Municipal da Fazenda de Porto Alegre/RS. Foi eleito conselheiro do Conselho Regional de Economia do Estado do Rio Grande do Sul (Corecon-RS), para o triênio 2020-2022.

Neuler André Soares de Almeida
Doutor em Biotecnologia pela Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal (PPGBIONORTE/UEA), na área de Biodiversidade e Conservação. Mestrado em Economia do Desenvolvimento na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PPGE/PUCRS) na área de Desenvolvimento Econômico e Economia Regional. Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Pesquisador do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Economia (Nepe). Vice Líder do Grupo de Pesquisa em Desenvolvimento Regional e Sustentabilidade (GDERS). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Desenvolvimento e Crescimento Econômico, atuando principalmente nos seguintes temas: Biodiversidade; Biotecnologia; Inovação Tecnológica; Desenvolvimento Sustentável; Agricultura; Industria e Meio Ambiente.

LIVE: “A retomada: desafios da nova realidade econômica”, com Leandro de Lemos e Paulo Kruse

live2805artO economista LEANDRO ANTONIO DE LEMOS (Sócio da Job & Labor desenvolvimento empresarial, da Compra Comigo, partner do Pop Digital, professor universitário, ex-Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Porto Alegre e ex-presidente do Corecon-RS), e o administrador de empresas PAULO ROBERTO DIEHL KRUSE (Presidente do Sindilojas-PoA, vice-presidente da Fecomércio, vice-presidente do CIEE, Vice presidente do conselho deliberativo da CDL-PoA e proprietário das lojas Patchwork), participam de LIVE, nesta quinta-feira, dia 28, às 19 horas. Abordarão o tema “A retomada: desafios da nova realidade econômica”, dentro do projeto “Força-tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Corecon-RS.

Facebookfacebook.com/coreconrs/

Breve Curriculum

Leandro Antonio de Lemos
Economista (UFRGS) Mestre em Economia Industrial (UFRGS) Doutor em Comunicação (USP). Sócio da Job & Labor desenvolvimento empresarial, da Compra Comigo, Partner do Pop Digital. É membro do Conselho de Desenvolvimento Sustentável do ITR/Biosphere da Espanha/ ONU há 16 anos. Desenvolveu empresas como a Soul, Aeromóvel e Termolar. Professor de Economia há 32 anos, foi coordenador do Departamento de Economia e diretor da Agência de Gestão de Empreendimentos da Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS). Foi presidente do Corecon-RS, Conselheiro da Ceasa e Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Porto Alegre, entre 2017/2018.

Paulo Roberto Diehl Kruse
Administrador de Empresas , presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre (Sindilojas-PoA), vice presidente da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS), vice- presidente do Centro de Integração Empresa-Escola do RS (CIEE-RS), vice- presidente do Conselho Deliberativo da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL-PoA) e proprietário das lojas Patchwork.

Live: “Na crise da Covid-19, linhas de crédito disponíveis ao turismo”, com Carlos Alberto Abel, Rafael Carniel, Ângelo Sanches, César Cardozo e Maurício Mocelin

live2205e“Na crise da Covid-19, linhas de crédito disponíveis ao turismo” é o tema da live, que acontecerá nesta sexta-feira, dia 22, às 18 horas, dentro do projeto “Força-Tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS). Participarão Francisco RAFAEL CARNIEL de Almeida (Secretário de Turismo de Gramado), ÂNGELO SANCHES Thurler (Secretário de Turismo e Cultura de Canela, presidente do Conselho dos Dirigentes Turísticos do RS/Coditur), economistas CÉSAR da Silva CARDOZO (Superintendente Comercial do Badesul) e MAURÍCIO MOCELIN (Superintendente do BRDE/RS). A live terá a mediação do economista CARLOS ALBERTO da Rosa ABEL, consultor de empresas e ex-vice-presidente do Corecon-RS.

Facebook
facebook.com/coreconrs/

Abertas inscrições para o XXVI Prêmio Brasil de Economia



Encontram-se abertas as inscrições para o XXVI Prêmio Brasil de Economia, promovido pelo Conselho Federal de Economia (Cofecon). O Prêmio aclamará os melhores trabalhos nas categorias Monografias de graduação, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Artigo técnico e /científico e Livro de Economia. O Prêmio tem por objetivo de incentivar a investigação econômica em geral e estimular economistas e estudantes de Economia a desenvolverem pesquisas voltadas para o conhecimento da realidade brasileira.

Maiores informações no site www.pbe.cofecon.org.br

Abertas inscrições para processo seletivo do Mestrado em Economia da Unisinos

 

Encontram-se abertas, até o dia 31 de julho próximo, as inscrições para o processo seletivo do Mestrado em Economia, do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). As áreas de concentração são Organização Industrial e Economia Internacional e as aulas ocorrerão às sextas-feiras e aos sábados, no Campus da Unisinos, em Porto Alegre.

A partir do estudo aprofundado, o futuro profissional será capaz de integrar a teoria e a prática, sendo possível exercer à docência e a pesquisa acadêmica qualificada, bem como integrar o mercado apoiado à análise dos problemas e promoção de soluções para o setor privado e público.

Para maiores informações, acesse o link http://www.unisinos.br/mestrado-e-doutorado/economia/presencial/porto-alegre/processo-seletivo

LIVE: “A recuperação das empresas no pós-pandemia”, com Rogério Tolfo e Lauro Chaves Neto

live 2505 17h2

Os economistas Rogério Vianna Tolfo, consultor financeiro, consultor de empresas na área financeira e ex-presidente do Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS), e Lauro Chaves Neto, Assessor Econômico da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), professor da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e conselheiro do Conselho Federal de Economia (Cofecon), participam de LIVE, nesta segunda-feira, `dia 25, às 17 horas. Abordarão o tema “A recuperação das empresas no pós-pandemia”, dentro do projeto “Força-tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Corecon-RS.

Facebook
facebook.com/coreconrs

LIVE: “Mercado de Trabalho: de onde viemos, onde estamos, para onde vamos?”, com os professores economistas Giácomo Balbinotto, Hélio Zylberstajn e José Márcio Camargo

live2705artOs economistas e professores Giácomo Balbinotto Neto (UFRGS), Hélio Zylberstajn (USP) e José Márcio Camargo (PUC-RJ) participam de LIVE, nesta quarta-feira, dia 27, às 19 horas. Abordarão o tema “Mercado de trabalho: de onde viemos, onde estamos, para onde vamos?” dentro do projeto “Força-tarefa: economistas falam à sociedade gaúcha”, promovido pelo Conselho Regional de Economia (Corecon-RS).

Facebook
facebook.com/coreconrs/

 

Curriculuns

Giácomo Balbinotto Neto
Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestrado em Economia pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Econômicas e doutorado em Economia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pesquisador do IATS/UFRGS. Professor de Economia da Saúde do PPGE/UFRGS e Pesquisador do Instituto de Avaliação de Tecnologias em Saúde da UFRGS (IATS/UFRGS). Orientador de Doutorado e mestrado. Suas linhas de pesquisa são Economia da Saúde, Avaliação de Tecnologia em Saúde, Economia dos transplantes e Farmacoeconomia.

Hélio Zylberstajn
Possui Licenciatura em Física pela Universidade de São Paulo (1969), e é Bacharel em Economia pela Universidade de São Paulo. É Doutor em Relações Industriais pela University of Wisconsin (Madison), professor Sênior da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP), consultor da OIT, do Banco Mundial e do BID. É membro do Conselho Superior de Estudos Estratégicos (Consea) e do Conselho Superior de Relações de Trabalho, ambos da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. É membro do Conselho de Orientação Econômica (COE), da Associação Comercial de São Paulo. É membro do Conselho Gestor da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo de São Paulo. Foi fundador e presidente do Associação Instituto Brasileiro de Relações de Emprego e Trabalho (IBRET) e da Associação Brasileira de Estudos do Trabalho (ABET). É membro do Conselho Gestor da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo de São Paulo.

José Márcio Camargo
Possui graduação em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais e doutorado em Economia pela Massachusetts Institute Of Technology (MIT). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia dos Recursos Humanos. Economista-Chefe na Genial Investimentos e professor titular do Departamento de Economia da PUC-RJ. Foi sócio fundador da Tendências Consultoria e já atuou como consultor do BNDES, da OIT, Banco Mundial e do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Tem diversos livros e artigos publicados em revistas especializadas nas áreas de salário, emprego, inflação e crescimento econômico.

Página 1 de 68