Ao longo de três dias, Poto Velho recebe economistas para o XXVI Since

O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, o conselheiro regional, economista Aristóteles Galvão, e o conselheiro federal, economista Henri Bejzman, participaram, nos dias 19, 20 e 21 de setembro, do XXVI Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (Since), que aconteceu na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Organizado pelo Corecon-RO, em parceria com o Cofecon, o evento abordou, como tema central, a “Crise dos Estados, Responsabilidade Fiscal e Retomada do Crescimento Econômico”. A palestra de abertura foi feita pelo economista Ladislau Dowbor, que falou sobe “A era do capital improdutivo”.

Durante o evento foram apresentados os vencedores da XXIV edição do Prêmio Brasil de Economia (PBE), entre eles os economistas gaúchos Priscila Linck, que conquistou o primeiro lugar, na Categoria Monografia de Graduação, com o trabalho “A Dinâmica de movimento conjunto dos índices de preços das commodities: uma aplicação econométrica” (Unisinos); Ingrid Rafaele Rodrigues Leiria, que classificou-se em terceiro lugar na Categoria Dissertação de Mestrado, com o trabalho “A racionalidade no mercado ilegal: O efeito da demanda de bens ilícitos na taxa de criminalidade do Rio Grande do Sul entre 2002 e 2015”; e Kalinca Léia Becker, que conquistou o segundo lugar na Categoria Artigo Técnico ou Científico, com o trabalho “Análise do efeito dos gastos públicos na área social sobre o consumo de drogas dos alunos nas escolas das capitais brasileiras”.

plenariaNos dias 20 e 21 aconteceram reuniões dos grupos de trabalhos, que discutiram temas como formação, aperfeiçoamento profissional e mercado de trabalho do Economista, aperfeiçoamento do Sistema Cofecon/Corecons e estrutura e conjuntura econômica, política e social do Brasil, além do fórum da mulher Economista e a plenária final do Encontro. Na sexta-feira, aconteceram, ainda, as premiações da VIII Gincana Nacional de Economia, do VII Prêmio Rondônia de Monografia, a Personalidade do Ano 2018 e o Prêmio Tucumã de Desenvolvimento. No sábado, dia 22, aconteceu a plenária ampliada do Cofecon/Corecons, com a participação dos presidentes das regionais e conselheiros.

FCDL-RS promove 49ª Convenção Estadual Lojista



A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) realiza, no dia 3 de outubro próximo, a partir das 8 horas, na FENAC, em Novo Hamburgo, a 49ª Convenção Estadual Lojista “Oportunidades de Crescimento”. A iniciativa busca promover a qualificação e o desenvolvimento do setor varejista gaúcho, levando conhecimento e inovação aos empreendedores e funcionários do segmento, oferecendo as melhores experiências a respeito de temas como gestão estratégica, vendas, economia e finanças.

Na programação, palestras e um painel com os candidatos ao Governo do Estado do RS.

 

Clique aqui para maiores informações 

Gustavo de Moraes fala na Unipampa

 

A convite da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), o coordenador da Escola de Negócios da PUCRS, professor Gustavo Inácio de Moraes, esteve em Santana do Livramento, no dia 17 de setembro último. Proferiu palestra sobre Sobre o problema do crescimento econômico na economia brasileira.



Corecon-RS promove Curso de Perícia e Assistência Técnica Econômico-Financeira

 

O Corecon-RS, em parceria com o Cofecon, estará realizando, nos meses de novembro e dezembro próximo, Curso de Perícia e Assistência Técnica Econômico-Financeira, com duração total de 74 horas. Ministrarão os quatro módulos Luiz Rubin, Simone Magalhães, Tiago Jazynsky, Vanya Marcon e Marcos Kruse.

O objetivo do Corecon-RS é proporcionar a qualificação de profissionais economistas na área da perícia econômico-financeira, que vem crescendo em demandada no mercado de trabalho.

Maiores informações podem ser adquiridas na Secretaria do Corecon-RS, telefone 51-32542600 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Três gaúchos entre os vencedores do Prêmio Brasil de Economia


Três economistas gaúchos estão entre os vencedores do XXIV Prêmio Brasil de Economia. Priscila Linck conquistou o primeiro lugar, na Categoria Monografia de Graduação, com o trabalho “A Dinâmica de movimento conjunto dos índices de preços das commodities: uma aplicação econométrica” (Unisinos); Ingrid Rafaele Rodrigues Leiria conquistou o terceiro lugar na Categoria Dissertação de Mestrado, com o trabalho “A racionalidade no mercado ilegal: O efeito da demanda de bens ilícitos na taxa de criminalidade do Rio Grande do Sul entre 2002 e 2015”; e Kalinca Léia Becker alcançou o segundo lugar na Categoria Artigo Técnico ou Científico, com o trabalho “Análise do efeito dos gastos públicos na área social sobre o consumo de drogas dos alunos nas escolas das capitais brasileiras”.

O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, lembra que os trabalhos de autoria das economistas Priscila Lick e Ingrid Leiria já haviam sido premiados durante a última edição do Prêmio Corecon-RS, e disse que “a Entidade recebe com muito orgulho mais este resultado do XXIV PBE, pois revela o alto nível das monografias e artigos que vêm sendo desenvolvidos dentro dos cursos de Economia das universidades gaúchas”.

A premiação dos primeiros colocados nas categorias monografias de graduação, dissertações de mestrado, teses de doutorado, artigos técnicos/científicos e livros de Economia ocorrerá durante o XXVI Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (SINCE), a ser realizado de 19 a 21 de setembro de 2018 em Porto Velho, Rondônia.

O objetivo do Prêmio Brasil de Economia, organizado pelo Cofecon, é estimular a reflexão crítica sobre a Economia como ramo de conhecimento, primando por seu caráter aplicado, especialmente nas questões ligadas a aspectos econômicos, sociais e regionais da sociedade brasileira e a sua inter-relação com o exercício da profissão de economista.

Confira a lista de vencedores:

Categoria Livro de Economia:

1º Lugar (Prêmio de R$ 8.000,00): Economista: Anita Kon – Registro: 07941-SP. Título: “Economia Industrial: Teorias e Estratégias”;
2º Lugar (Menção honrosa): Economista: Tiago Oliveira – Registro: 6149-DF. Título: “Trabalho e padrão do desenvolvimento: uma reflexão sobre a reconfiguração do mercado de trabalho brasileiro”;
3º Lugar (Menção honrosa): Economista: Gustavo Henrique de Barroso Franco – Registro: 12.614-RJ. Título: “A moeda e a lei: uma história monetária Brasileira, 1933 – 2013”.

Categoria Tese de Doutorado:

1º Lugar (Prêmio de R$ 7.000,00): Economista: Elizabeth Moura Germano de Oliveira – Registro: 6424-BA. Título: “A Economia do Conhecimento e uma nova forma de dependência no capitalismo brasileiro.”;
2º Lugar (Menção honrosa): Economista: João Marcos Hausmann Tavares – Registro: 27527-RJ. Título: “A Economia política da internacionalização financeira e tecnológica: uma análise das contribuições de François Chesnais e Maria da Conceição Tavares”;
3º Lugar (Menção honrosa): Economista: Lucas Vitor de Carvalho Sousa – Registro: 6961-DF. Título: “Estrutura de custos e efeitos de variáveis climáticas: uma análise para o setor de saneamento no Brasil”.

Categoria Dissertação de Mestrado:

1º Lugar (Prêmio de R$ 5.000,00): Economista: Laura Calvi Gomes – Registro: 8600-PR. Título: “Dois ensaios sobre a qualidade da educação e crescimento regional no Brasil”;
2º Lugar (Menção honrosa): Economista: Bruno Lacerda Zanatto – Registro: 36257-BA. Título: “Análise dos impactos da medida provisória nº 579 sobre os leilões de transmissão de energia elétrica no Brasil”;
3º Lugar (Menção honrosa): Economista: Ingrid Rafaele Rodrigues Leiria – Registro: 8383-RS. Título: “A racionalidade no mercado ilegal: O efeito da demanda de bens ilícitos na taxa de criminalidade do Rio Grande do Sul entre 2002 e 2015”.

Categoria Artigo Técnico ou Científico:

1º Lugar (Prêmio de R$ 3.000,00): O Economista: Jandir Ferrera de Lima – Registro: 5710-PR e Augusta Pelinski Raiher – Registro: 7148-PR. Título: “Desenvolvimento e subdesenvolvimento humano no Brasil”;
2º Lugar (Menção honrosa): Economista: Kalinca Léia Becker – Registro: 7029-RS. Título: “Analise do efeito dos gastos públicos na área social sobre o consumo de drogas dos alunos nas escolas das capitais brasileiras”;
3º Lugar (Menção honrosa): Economista: Benito Adelmo Salomão Neto – Registro: 8286-MG. Título: “Criação de municípios, ilusão fiscal e captura no Brasil: uma análise em painel.”

Categoria Monografia de Graduação (Estudante):

1º Lugar (Prêmio de R$ 3.000,00): Estudante: Priscila Linck. Título: A Dinâmica De Movimento Conjunto Dos Índices De Preços Das Commodities: Uma Aplicação Econométrica. Instituição: Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS);
2º Lugar (Menção honrosa): Estudante: Maylisson Rodrigo Fonseca. Título: “Diferenciais De Salário E Discriminação Por Gênero E Cor No Mercado De Trabalho Da Região Norte Do Brasil, Em 2004 E 2013”. Instituição: Universidade Estadual De Londrina – UEL.
3º Lugar (Menção honrosa): Estudante: Patrícia Sampaio Cotta. Título: Reconsiderando o Emprego Doméstico como Estratégia de Sobrevivência da Mulher Pobre no Brasil”. Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais.

Para mais informações sobre o XVIV PBE, acesse aqui

Since acontece de 19 a 21 de setembro, em Porto Velho (RO)

 

A cidade de Porto Velho/RO receberá, de 19 a 21 de setembro, o XXVI Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (Since). O evento é organizado pelo Conselho Regional de Economia de Porto Velho (Corecon-RO), em parceria com o Conselho Federal de Economia (Cofecon) e demais patrocinadores. O tema central é “Crise dos Estados, Responsabilidade Fiscal e Retomada do Crescimento Econômico”. O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, o conselheiro regional, economista Aristóteles Galvão, e o conselheiro federal, economista Henri Bejzman, estarão presentes ao evento.

Nesta edição, o debate estará voltado a uma maior integração entre os estados da federação para discutir como a crise econômica atual afeta a crise fiscal dos estados. Pretende-se identificar as políticas e ações que podem ser implementadas para a retomada do crescimento econômico com foco na redução das desigualdades regionais, equilíbrio fiscal, e ativação das vantagens estaduais como potenciais indutores do desenvolvimento.

O economista Ladislau Dowbor será homenageado com o Prêmio Personalidade Econômica do Ano 2017 e fará a palestra magna, no primeiro dia do evento, sobre “A era do capital improdutivo”. Ainda no primeiro dia do Since, serão apresentados os vencedores da XXIV edição do Prêmio Brasil de Economia (PBE), que contempla cinco categorias: livros, artigos científicos, teses de doutorado, dissertações de mestrado, monografia de graduação. Os primeiros colocados serão contemplados com prêmios em dinheiro e menção honrosa de acordo com cada categoria. Ao todo será distribuídos R$ 26 mil aos vencedores.

Paralelamente a realização do XXVI SINCE ocorrerá a VIII Gincana Nacional de Economia. Nos dias 20 e 21 de setembro alunos de diferentes estados e instituições de ensino do curso de Economia, pré selecionados nas etapas regionais, testam seus conhecimentos por meio de um jogo de forma virtual e divertida. Duplas de estudantes competem entre si, respondendo perguntas com um problema econômico que devem solucioná-lo usando conhecimento, estratégia e um pouco de sorte. A Gincana oferece aos graduandos em Ciências Econômicas a oportunidade de entenderem a conjuntura econômica de um país por meio de uma simulação divertida e inteligente.


Clique aqui para mais informações sobre o Since

Gustavo de Moraes na Semana Acadêmica da UCS

O coordenador da Escola de Negócios da PUCRS, economista Gustavo Inácio de Moraes, proferiu palestra sobre “Economia brasileira e esgotamento do modelo tradicional de Desenvolvimento”, no dia 10 de setembro último, dentro da Semana Acadêmica de Economia da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O professor afirmou que a sociedade brasileira já percebe os sinais de esgotamento do modelo tradicional de desenvolvimento  e que o país está abaixo do seu potencial de extração de recursos humanos e naturais. “O Brasil é um dos gigantes em recursos naturais, mas isso não foi aproveitado  para o seu desenvolvimento”, afirmou, lembrando processo iniciado a partir da indústria, nos anos 60. Falou que o crescimento da economia brasileira passa obrigatoriamente pelo corte de gastos relacionados ao tamanho do Estado, “já que um bem público não deve ser necessariamente administrado pelo governo e sim pelo mercado privado”. Alertou, ainda, sobre a necessidade de a sociedade discutir o nível de intervenção do Estado na economia. Apresentou, ainda, gráficos sobre a evolução financeira da situação dos municípios brasileiros, ressaltando para a importância do foco na eficiência do gasto público. Concluiu sua apresentação, abordando a importância da reforma tributária e enfatizando a importância educativa da orientação financeira junto aos alunos, pais e professores das escolas de ensino fundamental.

Informações do delegado regional do Corecon-RS, economista Milton Biazus.

Já está no ar o Site “Vota Economista”


O Cofecon informa que o site para a realização das eleições eletrônicas já está acessível por meio do link: https://www.votaeconomista.org.br. Nesta primeira versão, estão disponíveis os seguintes módulos: Início, Calendário, Colégio Eleitoral, Regulamentos, Notícias, Documentos, Dúvidas, Voto Simulado. A aba “Notícias”, diferente das demais, tem a função de apresentar aos economistas o andamento das eleições do Conselho Regional de Economia no qual é inscrito.

Corecon-RS conquista mais uma edição do Selo Enef

O Corecon-RS recebeu, do Conselho Nacional de Educação Financeira (Conef), entidade vinculada ao Ministério da Educação (ME), a liberação para o uso oficial do 2° Selo Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef). O Selo Enef é um reconhecimento às iniciativas realizadas pela Entidade gaúcha na área de educação financeira.

O Corecon-RS já havia recebido esse mérito do Conef em 2015. Na época, foi a primeira entidade nacional representativa dos economistas a ser premiada, em função do projeto “Concurso de Redação em Educação Financeira nas Escolas”, promovido pela Entidade junto às escolas públicas e particulares de ensino médio e fundamental do RS.

A Associação dos Economistas da Região da Serra (Ecoserra) também foi contemplada com esta edição do prêmio ENEF, pelo projeto “Uma ação hoje para um benefício futuro”, que inclui, entre outras ações, palestras voltadas a estudantes, pais e professores de escolas municipais da região serrana (Leia matéria).

Acesse o site do Conef.

Ecoserra conquista Selo Enef por iniciativas em educação financeira

Logo APROVADA ENEF CorFundoBrancoHomeEDUCAO FINANCEIRAA Associação dos Economistas da Serra Gaúcha (Ecoserra) obteve aprovação  para uso do Selo Enef, Estratégia Nacional de Educação Financeira, pelo projeto “Uma ação hoje para um benefício futuro”. A conquista foi viabilizada pelas iniciativas de educação financeira que vêm sendo desenvolvidas, de forma gratuita, pela Associação, que inclui, entre outras atividades, a realização de palestras para alunos, professores e pais das escolas municipais da região serrana.  O selo dará ainda mais visibilidade às iniciativas, que estão em conformidade com a cartilha de Educação Financeira, iniciadas em 2015 pela Associação.  Integram o projeto os economistas Aline Lazzarotto Carmargo, Milton Biazus, Carlos Wanderlei Reis da Silva, além do presidente da Ecoserra, economistaTarciano Mélo Cardoso, e seu vice-presidente, economista Eraldo dos Reis. Também integra a equipe a estagiária Yasmin Cristina Ricardo dos Reis.

Pagina 1 de 43