Programa Duas Safras é lançado oficialmente


- Evento aconteceu no Galpão Crioulo do Palácio Piratini com a presença do Governador do Estado -

O programa Duas Safras, uma realização conjunta da Farsul, Senar-RS, Embrapa, ABPA, Fecoagro/RS, Asgav e Federarroz, foi lançado oficialmente no último dia 20, com a presença do Governador Ranolfo Vieira Júnior, secretários de estado, parlamentares e lideranças do agronegócio. O evento aconteceu no galpão Crioulo do Palácio Piratini. A meta do projeto é ampliar em 40% a produção agropecuária gaúcha, o que significaria um impacto no PIB do estado em torno de 7%, aproximadamente R$ 31,9 bi.

O projeto é uma ação conjunta entre as entidades desde sua concepção até a execução. Todo trabalho consiste na análise das características de cada uma das regiões e o resultado não impactará apenas em aumento de produtividade, mas trará reflexos também no campo econômico e social do estado.

O Rio Grande do Sul possui características diferentes dos demais estados brasileiros e particularidades climáticas e geográficas dentro do seu próprio território. Essa é a justificativa para que o trabalho seja dividido, respeitando essas diferenças para aproveitar ao máximo o seu potencial.

Atualmente a produção da safra de inverno do estado representa apenas 9% do tamanho da safra de verão. Enquanto isso, a pecuária gaúcha vem apresentando desempenho inferior em relação à média brasileira. Entre 1990 e 2019, a população do rebanho bovino teve queda de 0,5% ao ano, enquanto o país cresceu 1,3% a.a. Os abates aumentaram 0,9% a.a. frente ao país que teve 3,1%a.a. Para se ter uma ideia, Rondônia teve aumento médio de 7,6%a.a. do rebanho e 14,1% nos abates no mesmo período.

No caso dos suínos, o Rio Grande do Sul viu seu rebanho crescer, em média, 1,4% a.a., enquanto o Paraná registra alta de 2,3% a.a. e Santa Catarina, 2,9% a.a. Já em relação aos abates, o aumento foi de 5,4% a.a. no território gaúcho, 3,7% a.a. em Santa Catarina e 6% a.a. no Paraná. Nas aves, o rebanho do Rio Grande do Sul aumentou 2,36% a.a., na região Centro Oeste, Goiás avança com 6,8% a.a e MatoGrosso, 7,5% a.a. A grande oferta de milho na região favoreceu o crescimento da produção. Isso também influenciou no abate. Enquanto o Rio Grande do Sul aumentou seus números em 2,9%a.a. em média, Mato Grosso registrou elevação de 7,4% a.a. eGoiás 12,2% a.a. Esse cenário está interligado à produção agrícola.

A oferta atual de milho limita a ampliação dos rebanhos e, consequentemente, os abates. Ao mesmo tempo, o estado possui uma área ociosa no inverno que pode ser aproveitada para as culturas de inverno, havendo, portanto, espaço para o aumento de produção nas safras de verão e inverno.

Na abertura do evento, o presidente do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, lembrou que a ABPA procurou a Farsul preocupada com a escassez da oferta de milho para a ração animal no Rio Grande do Sul, obrigando a importação do produto e, consequentemente, o aumento dos custos e perda de renda do produtor. Isso deu início às conversas que resultaram no convite à Embrapa, que já vinha desenvolvendo pesquisas no uso do trigo e outras culturas de inverno para a substituição do milho na alimentação animal, principalmente para suínos e aves. "Nos últimos dez anos não crescemos mais por falta do cereal e nos sentimos desafiados. Pela logística, do centro oeste não virá mais. Ou nós resolvemos o problema no Rio Grande ou não teremos mais essas culturas. Podemos aumentar a produção de milho através da irrigação na metade sul. Nós temos que buscar a solução e hoje o Ministério Público Estadual, formado por pessoas altamente sensíveis, entenderam o problema e estão trabalhando pelas buscas de soluções. A solução é nossa, a solução é gaúcha e se conseguirmos daremos um grande salto", garantiu.

Ele destacou as possibilidades existentes para o aumento da produção agrícola, mas lembrou que é preciso coragem. "Precisamos ousar, o Rio Grande do Sul precisa ousar. Temos que ter consciência do que nós significamos neste país continental. O Brasil já é hoje uma potência agrícola mundial. Estamos nos primeiros lugares em exportação de diversos produtos. Isso nos dá condições de nos credenciarmos para daqui 15 anos sermos a maior potência agrícola do mundo", afirmou.

O Governador Ranolfo Vieira Júnior iniciou sua falando que o espaço (Galpão Crioulo) está sempre à disposição para os bons projetos de crescimento do estado. Ranolfo aproveitou a ocasião para referenciar o trabalho do secretário da Agricultura, pecuária e Abastecimento, Domingos Lopes, diretor-vice-presidente da Farsul. "Quero agradecer o empréstimo que a Farsul e o agro estão fazendo do Domingos, produtor e altamente técnico". Sobre o programa, o governo garantiu apoio do estado. "Estaremos apoiando integralmente o programa pela representação que ele tem", sentenciou. Ele também aproveitou para falar de outras ações do Executivo que irão refletir no setor.

Ranolfo defendeu a busca por soluções de problemas recorrentes como o das secas. "Sempre que aparece a estiagem sai todo mundo correndo. Quando se tem uma boa safra ninguém lembra. Temos que ver as medidas estruturantes. Essas medidas não podem ser de governo, mas de estado", concluiu.

Clique AQUI para acessar notícia na íntegra

Foto: Assessoria Farsul
Fonte: Assessoria de Imprensa Farsul

 

Ingressos para o debate dos candidatos na PUC estarão disponíveis na Secretaria do Corecon

A partir desta terça-feira, dia 9, às 15 horas, as pulseiras que permitem o ingresso gratuito para assistir ao debate dos candidatos a governador do Estado/Eleições 2022, estarão disponíveis na Secretaria do Corecon. Para adquiri-los, os interessados devem se dirigir até a Sede da Entidade, na rua Siqueira Campos, 1184, conj. 601 a 606, no Centro Histórico de Porto Alegre.

O evento, alusivo à Semana do Economista, é uma promoção da Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do RS (EN/PUCRS) e do Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) e acontece nesta quarta-feira, dia 10, às 19 horas, no Prédio 40 do Campus da PUCRS, na Avenida Ipiranga, 6681, em Porto Alegre.
O presidente do Corecon-RS, economista Mário de Lima, ressaltou a importância do debate, para os estudantes de Economia e para os economistas, já que as discussões desses temas, “que mexem com o mundo sócio econômico do nosso Estado, são fundamentais para a criação de políticas públicas e para a construção de uma sociedade mais justa e desenvolvida".

Live: “O agronegócio gaúcho e seus desafios regionais”, com os economistas Gilberto Pilecco, João Carlos Medeiros Madail, Márcio Kalkmann, Tarciano Mélo Cardoso e Gustavo Inácio de Moraes

 

O conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) promove, no dia 15 de Agosto, segunda-feira, às 19 horas, a live “O agronegócio gaúcho e seus desafios regionais”. O evento, comemorativo ao Mês do Economista, contará com as participações dos economistas GILBERTO PILECCO (Produtor Rural, Agropecuarista), JOÃO CARLOS M. MADAIL (Diretor da Associação Comercial de Pelotas, conselheiro do Corecon-RS), MÁRCIO KALKMANN (professor da Faculdade de Horizontina/Fahor) e TARCIANO MÉLO CARDOSO (Economista-Chefe e Sócio da Fercien Inovação e Gestão de Ativos, ex-presidente da Ecoserra). A mediação do encontro será do economista Gustavo Inácio de Moraes, professor da Escola de Negócios da PUC-RS.

A live será transmitida pelo canal do Corecon-RS no Facebook. Clique em facebook.com/coreconrs

Economistas gaúchos palestrarão em Encontro de Peritos da Região Sul

- O 3º Encontro dos Peritos em Economia e Finanças da Região Sul acontecerá, em 18 de agosto, em Florianópolis –

Os economistas peritos gaúchos Giovani Mota Moreira e Gustavo da Cunha Raupp participarão, no dia 18 de agosto, do 3º Encontro dos Peritos em Economia e Finanças da Região Sul, em Florianópolis, evento que antecederá o 26º Encontro dos Economistas da Região Sul (Enesul). Giovani Moreira será um dos apresentadores do Painel 1, intitulado “Aspectos relevantes na perícia de apuração de haveres”, que tem início às 15h35min, e que contará também com as participações dos economistas André Luiz Koerich e Ademir Tenfen, do Corecon-SC.

O economista Gustavo Raupp, conselheiro do Corecon-RS e coordenador da Comissão de Auditoria, Avaliação e Perícias Econômico-Financeiras (CAAPE), da Entidade, participará do Painel 2 “Liquidação de sentença após a Reforma Trabalhista”, no mesmo dia, às 15h15min, e que contará também com as participações dos economistas Tiago Jazynski, do Corecon-PR, e Ademir Tenfen, do Corecon-SC.

O 3º Encontro dos Peritos em Economia e Finanças da Região Sul contará com a palestra de abertura “A importância da perícia econômico-financeira como prova na Justiça”, a ser proferida pelo Desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, Rodrigo Tolentino de Carvalho Collaço.

Logo após o encerramento do Encontro dos Peritos acontece a abertura do 26º Encontro de Economistas da Região Sul (Enesul), realizado anualmente em sistema de rodízio entre os Corecons do RS, PR e SC, e que terá, como palestra de abertura Nelson Eiji Akimoto, falando sobre “Inovação, incerteza e perspectiva: repensando a economia da Região Sul”.

 

PROGRAMAÇÃO
3º Encontro dos Peritos em Economia e Finanças da Região Sul

 

18 de agosto (quinta-feira):

13h às 14h – Credenciamento: 3º Encontro de Peritos

14h às 15h - Palestra de Abertura: “A importância da perícia econômico-financeira como prova na Justiça” Dr. Rodrigo Tolentino de Carvalho Collaço Advogado, Desembargador e Ex-Presidente do TJSC

Dr. Rodrigo Tolentino de Carvalho Collaço

Advogado, Desembargador e Ex-Presidente do TJSC

15h às 15h15min – Coffee Break

15h15min às 15h35min - Apresentação: Introdução à perícia econômico-financeira

Econ. Ademir Tenfen Coordenador do Núcleo de Perícia do CORECON/SC

15h35min às 16h15min - Painel 1: Aspectos relevantes na perícia de apuração de haveres

Apresentadores: Econ. André Luiz Koerich (Corecon-SC), Econ. Giovani Mota Moreira (Corecon-RS)

Mediação: Ademir Tenfen (Corecon-SC)

16h15min às 16h55min - Painel 2: Liquidação de sentença após a Reforma Trabalhista

Apresentadores: Econ. Gustavo da Cunha Raupp (Corecon-RS), Econ. Tiago Jazynski (Corecon-PR)

Mediação: Ademir Tenfen (Coordenador do Núcleo de Perícia do Corecon-SC)

16h55 às 17h35min - Painel 3: Revisionais bancárias e suas principais teses

Apresentadores: Econ. Tácio Féres Dagostini (Corecon-SC), Econ. Vanya Marcon (Corecon-PR)

Mediação: Econ. Ademir Tenfen (Corecon-SC)

17h35min às 17h45min - Encerramento: 3º Encontro de Peritos

18h30min às 19h30min - Credenciamento: 26º Enesul

Clique AQUI para informações sobre o 3º Encontro dos Peritos e o 26º Enesul

Corecon nas formaturas da PUC e da UCS

O vice-presidente do Corecon-RS, economista Aristóteles Galvão, participou da solenidade de colação de grau da turma de formandos do curso de Ciências Econômicas da Pontifícia Universidade Católica do RS (Pucrs), ocorrida na sexta-feira, dia 5 de agosto, no Salão de Atos da Universidade.

No sábado, dia 6, o economista acompanhou a solenidade de formatura dos estudantes de Economia da Universidade de Caxias do Sul (UCS), ocorrida no Teatro da Universidade.

Com o objetivo de estreitar ainda mais as relações com os alunos e com as instituições acadêmicas, o Corecon-RS acompanha as solenidades de formaturas de graduação dos cursos de Ciências Econômicas nas universidades gaúchas. 

Escola de Negócios da PUCRS e Corecon-RS promovem debate com candidatos a governador do Estado

A Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do RS (EN/PUCRS) e o Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) promovem, nesta quarta-feira, dia 10 de agosto, debate com os candidatos a governador do Estado/Eleições 2022. O evento, alusivo à Semana do Economista, acontecerá, às 19 horas, no Prédio 40 do Campus da PUCRS, na Avenida Ipiranga, 6681, Porto Alegre/RS.

De acordo com o Presidente do Corecon-RS, economista Mário de Lima, "é muito importante para nós economistas, e também para os futuros economistas, participar das discussões de temas que mexem com o mundo sócio econômico do nosso Estado, fundamentais para a criaçao de políticas públicas e para a constručão de uma sociedade mais justa e desenvolvida".

Leonardo Busatto é nomeado Secretário da Fazenda do RS


O economista Leonardo Busatto foi anunciado como o novo secretário da Fazenda do Estado. Ele assume o cargo no lugar do também economista Marco Aurelio Cardoso, que deixa o governo para se dedicar a questões pessoais. O anúncio foi realizado pelo governador Ranolfo Vieira Júnior, em coletiva de imprensa no Palácio Piratini, nesta terça-feira, dia 2 de agosto. 

Busatto era titular da Secretaria Extraordinária de Parcerias (Separ), responsável pela condução do programa para promoção de concessões e parcerias público-privadas (PPP) no Estado. Em um primeiro momento, o secretário irá acumular a liderança das duas pastas. 

Leonardo Busatto é graduado pela Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), e possui 15 anos de experiência no serviço público, acumulando passagens pela Secretaria Estadual de Planejamento, Secretaria Estadual da Fazenda e Tesouro do Estado.

Fonte: Secom Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Foto: Luiza Dorneles/CMPA

Estudantes gaúchos disputam primeira etapa da XI Gincana Nacional de Economia

Oito duplas estarão representando o Rio Grande do Sul durante a primeira etapa da XI Gincana Nacional de Economia, promovida pelo Cofecon. No dia 7 de agosto, será realizada a etapa regional, composta de perguntas de múltipla escolha a partir de um jogo de cartas, em plataforma online de forma simultânea em todo o país.

Ao todo, o estado será representado por três duplas da Ufrgs e uma dupla da Fahor,  UCS, Furg, Unipampa e UPF. As duplas classificadas na primeira etapa participarão da Etapa Nacional, que será realizada nos dias 3 e 4 de novembro, durante a programação do XXVII Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (SINCE), na cidade de João Pessoa-PB.

A gincana tem como objetivo estimular a integração entre as Instituições de Ensino de Ciências Econômicas e seus alunos de Economia; Desenvolver e aplicar os conceitos econômicos, conciliando a prática com a teoria; Possibilitar aos participantes uma simulação na administração restrita de variáveisv macroeconômicas; Proporcionar envolvimento dos estudantes de Economia com as atividades do Sistema Cofecon/Corecons.

Estudo apresenta dados sobre aumento de mulheres em cargos de altos salários

O estudo "Are social skills helping women in the Brazilian labor market?” (“Habilidades sociais estão ajudando as mulheres no mercado de trabalho brasileiro?”, em tradução livre), conduzido pelo pesquisador, professor e Conselheiro do Corecon-RS, economista Guilherme Stein, em parceria com pesquisadores da UFRGS, trouxe dados sobre o aumento de contratações femininas para cargos de altos salários. 

A principal motivação do estudo foi a constatação de que, em 1994, do total de mulheres empregadas, apenas 1/4 (24,5%) ocupavam empregos de altos salários. Em 2017, essa proporção passou para 33,2%, um aumento de 8,7 pontos percentuais. Em contrapartida, a proporção de homens apresentou uma trajetória em sentido oposto (de 56,1% para 47,1%). A hipótese investigada é de que, dentre outros fatores, o aumento na escolaridade das mulheres e a crescente importância de habilidades sociais em postos de trabalho de alta remuneração podem ter contribuído para o aumento das mulheres nesses cargos.

Os principais resultados do estudo mostram que, de fato, a habilidade social na ocupação está correlacionada com um aumento de cerca de 8 pontos percentuais na proporção de mulheres empregadas em trabalhos de alta remuneração. Além disso, habilidades sociais como pré-requisitos nas ocupações de alta remuneração estão correlacionadas com um aumento médio de 14% no salário das mulheres. No caso dos homens em ocupações de altos salários, os requisitos de habilidades sociais não impactam significativamente.

 

Clique aqui para saber mais!

Fahor promove seminário sobre eficiência energética


A Faculdade de Horizontina (Fahor) promoverá na próxima terça-feira, dia 9 de agosto, às 19h10min, palestra aberta a comunidade sobre eficiência energética, no auditório do Campus Arnoldo Schneider. A palestra será realizada em parceria com a VA Engenharia e grupo CPFL Energia.

Com o objetivo de promover medidas para reduzir o consumo e aumentar o aproveitamento da energia elétrica, a ANEEL junto a RGE, concessionária do grupo CPFL Energia, tem desenvolvido um Programa de Eficiência Energética. Esse projeto, bem empenhado pode proporcionar uma queda nos gastos com iluminação de até 66%. Em 2021, a FAHOR foi contemplada com o projeto para instalação de uma usina fotovoltaica e para a substituição de lâmpadas convencionais por tecnologia LED, que está sendo desenvolvido pela empresa VA Engenharia. 

E, no dia 9 de agosto, essas empresas juntas vão apresentar o projeto aos estudantes, professores e comunidade, apontando os benefícios da eficiência energética que está acessível a todas as residências e empresas. Haverá inscrições para geração de certificados e em função de vagas limitadas, pelo site da FAHOR.

Clique aqui para saber mais!

Fonte: Assessoria Fahor

Página 1 de 110