Jornal do Comércio destaca as mulheres economistas

Reportagem veiculada no Jornal do Comércio de Porto Alegre, no dia 1 de outubro último, abordou a atuação de mulheres economistas no mercado de trabalho e a participação feminina nas faculdades de Economia.
Clique abaixo e confira a matéria, no Site do Cofecon.

 

Assessoria Jurídica do Corecon-RS no I Encontro Nacional dos Procuradores de Conselhos Federais

O assessor jurídico do Corecon-RS, advogado Alexandre Salcedo Biansini, participou, no dia 28 de setembro, em São Paulo, do “I Encontro Nacional dos Advogados e Procuradores dos Conselhos de Fiscalização”. Numa promoção da Associação Nacional dos Advogados e Procuradores das Ordens e Conselhos de Fiscalização (Anaproconf), o evento ocorreu no plenário da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional São Paulo (OAB-SP).

Além de procuradores de conselhos federais, estiveram presentes no Encontro membros do Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal, Magistratura Federal e Procuradoria da Fazenda Nacional para discutirem temas relacionados aos conselhos de fiscalização e aos integrantes das respectivas carreiras jurídicas.

Corecon-RS no lançamento do Novo Modelo de Bacharelados, da Unisinos


O Corecon-RS participou, no dia 26 de setembro último, da solenidade de lançamento do Novo Modelo de Bacharelados, promovido pela Unisinos. Na ocasião, a Entidade foi representada pelo economista, ex-conselheiro do Corecon-RS, Vladimir da Costa Alves. 

Através do conceito "Reprograme o curso da sua vida", a Unisinos vai acompanhar de perto a trajetória percorrida pelos alunos dentro do ambiente acadêmico. Durante toda a graduação, os alunos contarão com mentores, que acompanharão toda a jornada, com o objetivo de contribuir para o processo de autoconhecimento, aprendizagem e planejamento de carreira de cada estudante. Serão 21 cursos de bacharelado, entre eles o de Ciências Econômicas, que serão impactados já a partir do próximo semestre.

O evento, ocorrido no Centro Comunitário do Campus da Universidade, em São Leopoldo,  contou com as presenças de alunos, docentes e diretores da instituição, além de autoridades. Os convidados foram recebidos pelo Reitor Prof. Dr. Pe. Marcelo Fernandes de Aquino.

Patrícia Palermo fala no Café com Finanças, do IBEF

A Economista-Chefe do Sistema Fecomércio-RS, Patrícia Palermo, foi a palestrante do Café com Finanças, nesta terça-feira, dia 25, na Sede da Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB-RS), em Porto Alegre, Numa promoção do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do RS (IBEF-RS), com o apoio da Associação dos Analistas e Profissionais de Mercado de Capitais da Região Sul (Apimec-Sul), a economista falou sobre “As certezas e incertezas do Brasil e do cenário político-econômico”.

Patrícia Palermo apresentou uma análise sobre o momento pós-crise da economia brasileira de 2015 e 2016. Disse que o cenário atual é marcado pela retomada cíclica da atividade econômica, inflação controlada e com forte incerteza de natureza política.  “Não víamos dois anos de queda do PIB desde o biênio 1930/31. Foram oito trimestres consecutivos de queda da atividade econômica, e a recuperação tem sido muito lenta. As pessoas ainda não perceberam a retomada”, explicou, lembrando que o investimento continua travado e a recuperação vem sendo dada pela retomada do consumo das famílias brasileiras. Apresentou dados sobre o mercado de trabalho, que vem melhorando marginalmente, e ressaltou a importância das reformas, entre elas a da Previdência, como questão fundamental para controle do déficit público. A economista analisou, ainda, o cenário que se apresenta para as próximas eleições. "Ao que tudo indica, teremos mais uma eleição polarizada, em que as pessoas votarão mais por rejeição ao outro candidato do que por convicção do voto no candidato escolhido", disse. Ressaltou ainda que há dúvidas relevantes sobre a agenda a ser praticada pelo candidato eleito e da capacidade de governar, dada a formatação do futuro congresso.

Palestra na FURG de Santo Antônio da Patrulha

O professor da UFRGS, economista Róber Iturriet Ávila, estará nesta sexta-feira, dia 28, no município de Santo Antônio da Patrulha, onde ministrará palestra, a convite da Universidade Federal de Rio Grande (FURG). Falará, às 16 horas, no Campus FURG-SAP (Rua Barão do Cahy, 125- Bairro Cidade Alta), sobre “As perspectivas de políticas econômicas dos presidenciáveis”.

Ao longo de três dias, Porto Velho recebe economistas para o XXVI Since

O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, o conselheiro regional, economista Aristóteles Galvão, e o conselheiro federal, economista Henri Bejzman, participaram, nos dias 19, 20 e 21 de setembro, do XXVI Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (Since), que aconteceu na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Organizado pelo Corecon-RO, em parceria com o Cofecon, o evento abordou, como tema central, a “Crise dos Estados, Responsabilidade Fiscal e Retomada do Crescimento Econômico”. A palestra de abertura foi feita pelo economista Ladislau Dowbor, que falou sobe “A era do capital improdutivo”.

Durante o evento foram apresentados os vencedores da XXIV edição do Prêmio Brasil de Economia (PBE), entre eles os economistas gaúchos Priscila Linck, que conquistou o primeiro lugar, na Categoria Monografia de Graduação, com o trabalho “A Dinâmica de movimento conjunto dos índices de preços das commodities: uma aplicação econométrica” (Unisinos); Ingrid Rafaele Rodrigues Leiria, que classificou-se em terceiro lugar na Categoria Dissertação de Mestrado, com o trabalho “A racionalidade no mercado ilegal: O efeito da demanda de bens ilícitos na taxa de criminalidade do Rio Grande do Sul entre 2002 e 2015”; e Kalinca Léia Becker, que conquistou o segundo lugar na Categoria Artigo Técnico ou Científico, com o trabalho “Análise do efeito dos gastos públicos na área social sobre o consumo de drogas dos alunos nas escolas das capitais brasileiras”.

plenariaNos dias 20 e 21 aconteceram reuniões dos grupos de trabalhos, que discutiram temas como formação, aperfeiçoamento profissional e mercado de trabalho do Economista, aperfeiçoamento do Sistema Cofecon/Corecons e estrutura e conjuntura econômica, política e social do Brasil, além do fórum da mulher Economista e a plenária final do Encontro. Na sexta-feira, aconteceram, ainda, as premiações da VIII Gincana Nacional de Economia, do VII Prêmio Rondônia de Monografia, a Personalidade do Ano 2018 e o Prêmio Tucumã de Desenvolvimento. No sábado, dia 22, aconteceu a plenária ampliada do Cofecon/Corecons, com a participação dos presidentes das regionais e conselheiros.

FCDL-RS promove 49ª Convenção Estadual Lojista



A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) realiza, no dia 3 de outubro próximo, a partir das 8 horas, na FENAC, em Novo Hamburgo, a 49ª Convenção Estadual Lojista “Oportunidades de Crescimento”. A iniciativa busca promover a qualificação e o desenvolvimento do setor varejista gaúcho, levando conhecimento e inovação aos empreendedores e funcionários do segmento, oferecendo as melhores experiências a respeito de temas como gestão estratégica, vendas, economia e finanças.

Na programação, palestras e um painel com os candidatos ao Governo do Estado do RS.

 

Clique aqui para maiores informações 

Gustavo de Moraes fala na Unipampa

 

A convite da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), o coordenador da Escola de Negócios da PUCRS, professor Gustavo Inácio de Moraes, esteve em Santana do Livramento, no dia 17 de setembro último. Proferiu palestra sobre Sobre o problema do crescimento econômico na economia brasileira.



Since acontece de 19 a 21 de setembro, em Porto Velho (RO)

 

A cidade de Porto Velho/RO receberá, de 19 a 21 de setembro, o XXVI Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia (Since). O evento é organizado pelo Conselho Regional de Economia de Porto Velho (Corecon-RO), em parceria com o Conselho Federal de Economia (Cofecon) e demais patrocinadores. O tema central é “Crise dos Estados, Responsabilidade Fiscal e Retomada do Crescimento Econômico”. O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, o conselheiro regional, economista Aristóteles Galvão, e o conselheiro federal, economista Henri Bejzman, estarão presentes ao evento.

Nesta edição, o debate estará voltado a uma maior integração entre os estados da federação para discutir como a crise econômica atual afeta a crise fiscal dos estados. Pretende-se identificar as políticas e ações que podem ser implementadas para a retomada do crescimento econômico com foco na redução das desigualdades regionais, equilíbrio fiscal, e ativação das vantagens estaduais como potenciais indutores do desenvolvimento.

O economista Ladislau Dowbor será homenageado com o Prêmio Personalidade Econômica do Ano 2017 e fará a palestra magna, no primeiro dia do evento, sobre “A era do capital improdutivo”. Ainda no primeiro dia do Since, serão apresentados os vencedores da XXIV edição do Prêmio Brasil de Economia (PBE), que contempla cinco categorias: livros, artigos científicos, teses de doutorado, dissertações de mestrado, monografia de graduação. Os primeiros colocados serão contemplados com prêmios em dinheiro e menção honrosa de acordo com cada categoria. Ao todo será distribuídos R$ 26 mil aos vencedores.

Paralelamente a realização do XXVI SINCE ocorrerá a VIII Gincana Nacional de Economia. Nos dias 20 e 21 de setembro alunos de diferentes estados e instituições de ensino do curso de Economia, pré selecionados nas etapas regionais, testam seus conhecimentos por meio de um jogo de forma virtual e divertida. Duplas de estudantes competem entre si, respondendo perguntas com um problema econômico que devem solucioná-lo usando conhecimento, estratégia e um pouco de sorte. A Gincana oferece aos graduandos em Ciências Econômicas a oportunidade de entenderem a conjuntura econômica de um país por meio de uma simulação divertida e inteligente.


Clique aqui para mais informações sobre o Since

Gustavo de Moraes na Semana Acadêmica da UCS

O coordenador da Escola de Negócios da PUCRS, economista Gustavo Inácio de Moraes, proferiu palestra sobre “Economia brasileira e esgotamento do modelo tradicional de Desenvolvimento”, no dia 10 de setembro último, dentro da Semana Acadêmica de Economia da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O professor afirmou que a sociedade brasileira já percebe os sinais de esgotamento do modelo tradicional de desenvolvimento  e que o país está abaixo do seu potencial de extração de recursos humanos e naturais. “O Brasil é um dos gigantes em recursos naturais, mas isso não foi aproveitado  para o seu desenvolvimento”, afirmou, lembrando processo iniciado a partir da indústria, nos anos 60. Falou que o crescimento da economia brasileira passa obrigatoriamente pelo corte de gastos relacionados ao tamanho do Estado, “já que um bem público não deve ser necessariamente administrado pelo governo e sim pelo mercado privado”. Alertou, ainda, sobre a necessidade de a sociedade discutir o nível de intervenção do Estado na economia. Apresentou, ainda, gráficos sobre a evolução financeira da situação dos municípios brasileiros, ressaltando para a importância do foco na eficiência do gasto público. Concluiu sua apresentação, abordando a importância da reforma tributária e enfatizando a importância educativa da orientação financeira junto aos alunos, pais e professores das escolas de ensino fundamental.

Informações do delegado regional do Corecon-RS, economista Milton Biazus.

Página 8 de 50