AMF abre inscrições para Seleção Pública de Docentes de Economia

Edital nº 03/2021

A Diretora Geral da Faculdade Antonio Meneghetti, no uso de suas atribuições legais e regimentais torna público que estão abertas as inscrições para Seleção Pública de Docentes para atuar na área especificada a seguir:

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
ÁREAS TITULAÇÃO EXPERIÊNCIA
Economia
(Fundamentos de Economia e Administração) Graduação em Administração ou Ciências Econômicas; Mestrado e/ou Doutorado em Administração ou áreas afins conforme listado na coluna “ÁREAS”; Para todas as vagas, é:

Obrigatório: experiência prática na área de atuação;

Desejável: experiência docente na área lecionada.

1. Das inscrições: Exclusivamente através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. No ato da inscrição, deverão os candidatos encaminhar os seguintes documentos:
1.1. Currículo Lattes;
1.2. Cópia simples dos comprovantes de graduação e pós-graduação;
1.3. Declaração de autenticidade das informações constantes no Currículo Lattes; (Anexo
1)
1.4. Declaração com a disponibilidade de dias da semana para o período noturno e aos sábados pela manhã no semestre 2021/2; (Anexo 2)
• Documentos ser enviados em formato pdf;

2. Processo Seletivo: A seleção será realizada a partir do dia 02/08/2021 A seleção será realizada em duas etapas:
2.1. A primeira etapa, de caráter eliminatório, será constituída pela análise do currículo do candidato e, opcionalmente, uma breve entrevista por telefone, com o escopo de verificar algumas informações relevantes sobre o candidato;
2.2. A segunda etapa, de caráter eliminatório, constará de entrevista do candidato e pela apresentação de uma aula aos membros da banca avaliadora. A banca é composta por até três (3) docentes incluindo o Coordenador do Curso. Dentro da disciplina escolhida o candidato deverá escolher uma temática e realizar uma miniaula com duração de no máximo 20 minutos;
3. Dos prazos:
Divulgação do Edital 28/07/2021
Início das inscrições 28/07/2021
Término das inscrições 31/07/2019
Resultado da 1ª etapa A partir do dia 03/08/2021
2ª etapa de avaliação A partir do dia 04/08/2021
Resultado Final Data prevista 06/08/2021

4. Vigência: O edital tem vigência de 3 (três) meses a partir da data de publicação do resultado final.
5. Disposições Finais:
5.1. Os resultados de cada etapa serão comunicados aos candidatos por e-mail;
5.2. Do resultado da prova de títulos, prova didática e entrevista não caberá recurso;
5.3. O presente edital está sujeito a sofrer alterações de datas de acordo com a necessidade;
5.4. O professor aprovado na seleção quando convocado para efetivar a sua contratação terá o prazo de cinco dias úteis para entregar a documentação necessária para sua contratação, bem como os comprovantes originais do currículo Lattes.
5.5. As questões não elencadas no presente edital serão decididas pela comissão de seleção, nomeada pelo Coordenador do Curso e pelo Secretário Acadêmico da IES.

Restinga Sêca, 28 de julho de 2021.

 

Unisinos abre inscrições para Curso de Extensão FTE

Encontram-se abertas as inscrições para o Curso de extenção FTE (Formação em Teoria Econômica), da Unisinos.  O objetivo é revisar ou formar alunos de graduação que estejam em final de curso e queiram subsídios para concurso e/ou Anpec, para alunos ou egressos de outros cursos porventura tenham interesse uma revisão em Teoria Econômica, ou demais interessados. O Curso oportuniza formação curta na área de Economia, considerando, especialmente, a revisão e atualização de conteúdos, sem eximir a participação de acadêmicos ou formados em outras áreas, que possuam alguma base em matemática.

As aulas, que iniciam no dia 7 de agosto, serão ministradas pelos professores Andreza Aparecida Palma, Marcelo de Carvalho Griebeler, Regis Augusto Ely, Guilherme Stein e Magnus dos Reis, e terá foco nas áreas de Microeconomia, Macroeconomia, Estatística e Economia Aplicada.

Será fornecido certificado a quem tiver 75% de frequência nas webconferências.

Os certificados estarão disponíveis em até 15 dias úteis, após a última aula dada, no portal http://www.minha.unisinos.br, acessando o menu Certificados.

Professores:

Andreza Aparecida Palma – Doutora em Economia Aplicada – UFRGS. Mestra em Economia (ênfase em Economia Aplicada) – UFRGS. Graduada em Economia - UNESP. Áreas de pesquisa de maior interesse consistem em métodos e modelos matemáticos, econométricos e estatísticos, com ênfase nos seguintes temas: aplicações de redes neurais artificias (RNAs) à economia, modelos não lineares de previsão de séries de tempo, macroeconometria e modelos DSGE.

Marcelo de Carvalho Griebeler - Doutor em Economia (Ênfase em Economia Aplicada) – UFRGS, onde também concluiu seu mestrado. Atualmente é professor e coordenador do Programa de Pós-graduação em Economia e professor do departamento de Ciências Econômicas da UFRGS. Já atuou como pesquisador visitante na FEARP-USP e na Northwestern University. É líder do grupo de pesquisa "Grupo de Pesquisa em Economia Política e Teoria dos Jogos (PEGAT)". Áreas de atuação: Teoria Microeconômica, Teoria dos Jogos, Economia Política e modelos monetários.

Regis Augusto Ely - Doutor em Economia – UnB. Professor Associado do Departamento de Economia da UFPel. Coordenador do Programa de Pós-graduação em Organizações e Mercados - UFPel. Pesquisador Colaborador da Universidade de Brasília e Bolsista de Produtividade em Pesquisa Nível 2 do CNPq. Já publicou mais de 20 artigos em periódicos nacionais e internacionais, tem mais de 10 orientações de mestrado e doutorado e uma participação ativa em projetos técnicos e comissões da esfera pública e privada. Atua principalmente nas áreas de Economia Bancária, Finanças Aplicadas, Previsão de Séries Temporais e Avaliação de Regulamentações no Mercado de Crédito.

Guilherme Stein - Doutor em Economia - FGV. Mestre em Economia de Empresas – FGV/SP. Graduado em Ciências Econômicas – UFRGS. Atualmente é professor assistente da Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Magnus dos Reis - Doutor em Economia Aplicada – UFRGS. Mestre em Economia Internacional - Unisinos. Graduado em Ciências Econômicas – Unisinos. Professor e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Economia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Atualmente, integra o Grupo de Pesquisa Integração Econômica Internacional e é membro do conselho fiscal da Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (ANPEC). Possui experiência e interesse pelas seguintes áreas: Comércio Internacional, Econometria, Política Comercial e Investimento Estrangeiro Direto (IED).

Local

Plataforma Moodle 
https://www.moodle.unisinos.br/

Clique AQUI para acessar todas as informações sobre o Curso

 
 

Autor da "Lei do Economista", Fernando Ferrari, completaria 100 anos em junho último14

 

Nesta segunda-feira, dia 14 de junho, o economista e ex-deputado Fernando Ferrari, autor da Lei do Economista, estaria completando 100 anos de seu nascimento. Nasceu em São Pedro do Sul, em 1921, e faleceu em 25 de maio de 1963, em acidente aéreo próximo à localidade do Morro do Chimarrão, em Três Cachoeiras, no litoral norte gaúcho.

Atuou no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e no Movimento Trabalhista Renovador (MTR) e, quando deputado federal, foi autor da Lei Nº 1.411, aprovada em 13 de agosto de 1951, conhecida como “Lei do Economista”. Viveu sua infância em São Pedro do Sul, na região central do Rio Grande do Sul. Seus pais eram Maria Margarida Toller Ferrari e Tito Lívio Ferrari. Tito Lívio era comerciante na cidade de Santa Maria e também atuou na política. Elegeu-se prefeito de São Pedro do Sul em 1951, pelo PTB, mas esteve no cargo por um curto período devido ao seu falecimento, em julho de 1952.

Fernando Ferrari fez seus primeiros estudos no Colégio Elementar de São Pedro. Aos 12 anos mudou-se para Santa Maria, onde foi interno em um colégio católico controlado pelos Irmãos Maristas. Em 1942, com 20 anos, mudou-se para Porto Alegre, onde cursou economia na Pontifícia Universidade Católica, bacharelando-se em dezembro de 1944. Em 1945, já formado, foi trabalhar na contabilidade do Serviço de Alimentação da Previdência Social (SAPS), no Rio de Janeiro. Lá conheceu Elsa Ferreira, com quem se casou em 1951. Em 1958, formou-se, em seu segundo curso superior, Direito, na Universidade Distrito Federal, no Rio de Janeiro. É pai do também economista Fernando Ferrari Filho, professor da UFRGS e ex-presidente do Corecon-RS.

Em 1946, retornou ao Rio Grade do Sul, elegendo-se, um ano depois, a deputado estadual, pelo PTB, para mandão de quatro anos. Em 1950 elegeu-se deputado federal, reelegendo-se em 1954 e 1958. Nessa última eleição, foi o candidato a deputado federal mais votado no Brasil, somando 147.996 votos. Em 1960, candidatou-se a vice-presidente pela Legenda do PDC.

Mais informações sobre a trajetório de Fernando Ferrari em  https://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Ferrari

Farsul abre vaga para estágio em Economia

A Federação da Agricultura do RS (Farsul) abriu vaga de estágio para estudante de Ciências Econômicas. Os requisitos são: que esteja cursando a partir do 3º Semestre, conhecimento do Pacote de Office Completo, com conhecimento avançado do idioma Inglês, que goste de trabalhar em equipe, proativo e interesse em aprender novas ferramentas.

As atividades propostas: atualizar o banco de dados e apresentações do mercado de commodities e conjuntura econômica; contribuir no desenvolvimento de rotinas para automatizar o banco de dados; analisar os dados utilizando ferramentas estatísticas e econométricas; buscar formas criativas de apresentar os dados; contribuir no desenvolvimento de estudos e relatórios.

A carga horária é de seis horas e a remuneração mensal, R$ 1.000,00, vale transporte, com direito à alimentação no local.

Os interessados devem enviar currículo para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. , com o assunto “Estágio de Economia”, até o dia 29 de julho próximo.

Inscrições abertas para o Prêmio Tesouro Nacional 2021

Encontram-se abertas as inscrições para o XXVI Prêmio Tesouro Nacional 2021, tradicional Concurso de Monografias que visa a estimular estudos e pesquisas na área de Finanças Públicas.

O Prêmio Tesouro Nacional foi instituído em 1996 como parte das comemorações do 10º aniversário da Secretaria do Tesouro Nacional. Ele tem por objetivo expandir as fronteiras do conhecimento em finanças públicas, promovendo a normalização de temas específicos, quando tratados consistentemente pela pesquisa científica.

O concurso é promovido e realizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), tendo a Fundação Getulio Vargas (FGV) como patrocinadora, com o apoio institucional do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento e da Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

O XXVI Prêmio Tesouro Nacional 2021 premiará as melhores submissões nas categorias “Monografias” e “Soluções”.

A categoria “Monografias” tem como objetivo estimular a produção científica na área de Finanças Públicas, com base nos temas propostos, que são: Política Fiscal e Crescimento; Gestão de Tesouraria e Soluções de Gestão Financeira e Orçamentária; Federalismo Fiscal: Eficiência e Equidade; e Contabilidade Pública, Transparência e Informações Gerenciais.

A categoria “Soluções” tem como objetivo estimular o desenvolvimento de soluções em ciências de dados e inteligência artificial aplicadas a Finanças Públicas, com base nos desafios propostos. Os projetos inscritos podem ser plataformas, algoritmos de busca e organização, sistemas de consulta, aplicações, painéis de controle, mecanismos de visualização de dados ou outras soluções de ciência de dados e inteligência artificial que ajudem a produzir, captar, interpretar e comunicar dados.

Os autores das três melhores "Monografias" receberão R$ 20.000,00, R$ 10.000,00 e R$ 5.000,00, respectivamente, além da publicação dos trabalhos em edição especial da Revista Cadernos de Finanças Públicas e Certificado. A premiação na categoria “Soluções” será de R$ 6.000,00 para até três soluções, além da divulgação dos projetos no portal Tesouro Transparente e Certificado. As Comissões Julgadoras das duas categorias poderão conceder, ainda, até duas Menções Honrosas às melhores monografias ou soluções não premiadas, com direito à publicação das monografias e divulgação dos projetos, além de Certificado de Participação.

As inscrições vão até 17 de setembro de 2021.

Clique aqui para acessar o regulamento e as informações completas sobre o Prêmio

Trensurb lança Edital de Concurso, com vaga também para economista


A Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. (Trensurb) lançou Edital de Concurso para ocupação de vagas para profissionais de diversas áreas e, também, para formação de cadastro de reserva. As funções exigem níveis médio, técnico e superior, e oferecem salários iniciais de até R$ 7.838,08, dependendo do cargo, para regime de 20 a 40 horas semanais. Entre os cargos oferecidos está o de Analista Administrativo, Ocupação de Economista, com carga horária semanal de 40h e salário inicial de R$ 5.481,41.

Lembrando que os interessados em se inscrever para o edital Trensurb, devem realizar as inscrições no período de 13 de julho ao dia 11 de agosto. A Prova acontecerá em 12 de setembro de 2021.

Clique AQUI para acessar o Site da Trensurb

Corecon-RS na formatura da Unipampa Santana do Livramento

O presidente do Corecon-RS, economista Mário de Lima, participou, no dia 15 de julho último, quinta-feira, da solenidade de colação de grau dos alunos do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Campus Santana do Livramento. O evento, em formato online, foi transmitido pela página da Universidade no Youtube.

Graduaram-se os estudantes Ana Paula Branco de Barros, André Devechhi de Freitas, Bibiana Bravo Munhoz, Gabriel Araujo Pinheiro, Josianne Patricia Acosta Carvalho, Kathiely Rodrigues Couto, Lucimara Oliveira dos Santos, Soraia Mohd Khalil Salameh Ahmad e Vitória dos Santos Pires. A estudante Lucimara Oliveira dos Santos recebeu o prêmio Aluno Destaque.

Além do coordenador do Curso de Ciências Econômicas, o economista professor André da Silva Redivo, participaram da solenidade de formatura o Pró-Reitor de Graduação, professor Pedro Daniel Kemerich, representando o Reitor Roberlaine Ribeiro Jorge, o Diretor do Campus, professor Alexandre Vicentine Xavier, o Coordenador Acadêmico do Campus, professor Fernando Pedro Meinero, e as professoas Lucélia Ivonete Juliani e Débora Nayar Hoff. Também participaram da transmissão os professores Marcelo Alves, Amanda Oliveira e Vanessa Schike, do Curso de Direito, cujos alunos também se graduaram no mesmo evento.

TART apresenta avanços nos processos da Capital

O Jornal do Comércio de Porto Alegre divulgou, em sua edição da última terça-feira, dia 13, que o Tribunal Administrativo de Recursos Tributários (TART), órgão ligado à Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), superou as metas de análise, redução de estoques e de prazos de processos no primeiro semestre de 2021. Segundo o Jornal, a redução nos valores do estoque foi de R$ 38,9 milhões em junho, frente a R$ 132 milhões no início de janeiro de 2021. Os dados foram apresentados durante a primeira sessão da 2° Câmara da entidade, ocorrida na manhã do mesmo dia.

Durante a reunião, o secretário municipal da Fazenda, Rodrigo Fantinel, explicou que, mesmo diante da pandemia, com a consequente suspensão de prazos recursais, foi possível superar as metas, por meio do constante monitoramento e trabalho criterioso realizado por todos os integrantes do órgão. Ele destaca que a grande evolução nos resultados faz do TART um dos mais reconhecidos tribunais do País. "O TART é referência, tendo alcançado um patamar de excelência bem maior do pretendido nesses seis meses e com espaço para continuar evoluindo cada vez mais", parabeniza Fantinel.

O presidente do TART, Flávio Cardozo Abreu, informou que, no primeiro semestre de 2021, foram analisados 97 processos, com um prazo médio de 185 dias, o que significa que, “entre a data de ingresso e o julgamento dos processos passaram pouco mais de seis meses, uma redução do prazo médio de processos ainda sem decisão, pendentes de julgamento, passando de 195 dias em janeiro para uma média de permanência de apenas 51 dias no mês de junho”. Ressaltou a importância do trabalho realizado pelas coordenações das Câmaras, da qual faz parte deste avanço, entre outros órgãos, o Corecon-RS.

Segundo o economista Rogério Vianna Tolfo, ex-presidente do Corecon-RS e ocupante atual da cadeira de titular do Corecon na 1ª Câmara do TART, este e uma série de outros avanços obtidos pelo Tribunal, especialmente ao longo desse período de pandemia, são resultados das metas estabelecidas pela presidência no sentido de agilizar os processos de segunda instância de natureza tributária, que envolvem o Município de Porto Alegre e seus contribuintes. Juntamente com Tolfo, o economista Vladimir da Costa Alves ocupa a vaga do Conselho de Economia na 1ª Câmara, na condição de suplência, com fim de mandato em 13 de março de 2022.

Instalado no dia 14 de março de 2006, o TART é integrado por 14 conselheiros, sendo oito servidores municipais e seis representantes de entidades da sociedade, constituindo-se num centro de decisões da correta aplicação da legislação tributária municipal com a participação ativa da sociedade. O Tribunal atua por meio do plenário ou de suas duas câmaras, sendo que compete à Primeira Câmara os recursos referentes ao ISSQN e à segunda, os recursos referentes ao IPTU e ao ITBI.

E-Book "O consumidor de vinho no Brasil: um olhar pela lente de um economista"

 

Visitando o que pensa O CONSUMIDOR DE VINHO NO BRASIL :
um olhar pela lente de um economista, t
raduzido em estatísticas e gráficos

O economista Mauro Salvo está lançando seu E-Book "Visitando o que pensa O Consumidor de Vinho no Brasil: um olhar pela lente de um economista, traduzido em estatísticas e gráficos", que está sendo disponibilizado pela Amazon.

Agentes que atuam no setor vitivinicultor, lojistas ou produtores, interessados em geral poderão conhecer mais desse universo. Saber por que os consumidores e não consumidores, públicos de diferentes preferências, idades, gêneros e rendas agem de determinada maneira. Vislumbrando quais condições seriam necessárias para mudar o padrão de consumo, melhores retornos e ações eficazes de expansão do negócio.

Esta obra, une trabalho e paixão movida por uma curiosidade aguçada e inquietude natural do autor Mauro Salvo (siga seu perfil no instagram @economista_na_adega, um economista e amante do mundo de Baco que pela Cinco Continentes Editora idealizou contribuir com algo útil para ambos os domínios e para o mercado brasileiro. A publicação é o resultado de uma pesquisa idealizada pelo mesmo, um estudo revelador de números, estatísticas e gráficos que jogam luz e buscam explicar o comportamento do consumidor brasileiro de vinhos e surpreenderá o leitor que poderá mudar seu modo de enxergar esse mercado.

Para fazer o download, digite no buscador da Amazon o título do livro ou acesse o link  https://www.amazon.com.br/dp/B09887CLV2

Download do E-BOOK kindle R$ 15,00

Este livro contém gráficos com cores. Para sua melhor compreensão, é recomendável ler em dispositivos coloridos.

No facebook curta a página:
Um Economista na Adega

Fonte: Economista Mauro Salvo

LIVE: "Desafios e oportunidades para os futuros economistas", com o professor Maurício Weiss, da UFRGS, e estudantes de Cursos de Economia do RS

O economista e professor Maurício Weis (Coordenador do Curso de Ciências Econômicas da UFRGS) participará de live, nesta terça-feira, dia 13, às 19h30min, oportunidade em que receberá estudantes de diversas faculdades de Economia do RS, para um bate-papo sobre impressões e expectativas que envolvem os Cursos, estágios, pandemia e oportunidades na futura profissão.

Participam os estudantes Alexia Bonatto, da UCS, Emilly Almeida Fonseca, da FURG, João Victor Moura Seidles Freitas, da PUCRS, Karina Gisel Morales Geraldo, da Unipampa, e Mário Lúcio Pedrosa, da UFRGS, e o Gerente de unidade Operacional  do CIEE-RS, Daniel Patussi.

Transmissão
www.facebook.com/coreconrs
https://www.youtube.com/c/CoreconRS2020

 

Página 4 de 90