ESAF premia vencedores do XXII Prêmio Tesouro Nacional

A Escola de de Administração Fazendária (ESAF), subordinada ao Ministério da Fazenda, estará promovendo, no dia 6 de dezembro próximo, a cerimônia de entrega do XXII Prêmio Tesouro Nacional. O concurso, que teve como temas Equilíbrio e Transparência Fiscal, Alocação Eficiente do Gasto Público e Dívida Pública e Concessão de Garantias, foi destinado a servidores públicos, professores, estudantes, profissionais liberais e pesquisadores, com o objetivo de estimular estudos e pesquisas na área de Finanças Públicas. Serão entregues prêmios nos valores de R$ 40 mil a R$ 10 mil aos três primeiros colocados, além de certificados e publicação das monografias.

Maiores informações, no site http://www.esaf.fazenda.gov.br/assuntos/pesquisas-e-premios/premios/pagina-principal-xxii-premio-tn-2017

Chapa 1, “Renovação e Afirmação: Corecon Sempre Novo” vence eleições no Corecon-RS

A Chapa 1, “Renovação e Afirmação: Corecon Sempre Novo”, venceu as eleições para renovação de um terço do Conselheiros Efetivos e Suplentes do Corecon-RS e de Delegado Eleitor Efetivo e Suplente junto ao Colégio Eleitoral do Cofecon.


Assumirão, em janeiro próximo, para um mandato de três anos (2018/20), os economistas Aristóteles da Rosa Galvão, Jorge Luis Tonetto e Lucas Aronne Schifino, como Conselheiros Titulares, e Felipe Garcia Ribeiro, Henrique Brusius Renck e Marivia de Aguiar Nunes, como Conselheiros Suplentes. Também assumirão os economistas Lauro Nestor Renck, como Delegado Eleitor Titular, e Bruno Breyer Caldas, como Delegado Eleitor Suplente.

A chapa vencedora somou 319 votos de um total de 493 votos válidos, enquanto a Chapa 2, “Comprometimento, Integração e InovAÇÃO” obteve 174 votos. Foram contabilizados ainda 21 votos em branco e 20 votos nulos.

As eleições do Sistema Cofecon/Corecons, que contaram com voto eletrônico realizado em 21 estados brasileiros, ocorreram ao longo dos dias 30 e 31 de outubro, com os resultados de todo o País divulgados oficialmente ainda na noite de terça-feira, dia 31.

O presidente do Corecon-RS, economista Clovis Meurer, parabenizou os participantes do processo eleitoral pelo sucesso do pleito. “Um processo claro, transparente e participativo, que tem como único objetivo o fortalecimento cada vez maior da profissão do Economista”, afirmou.

Ao longo dos dois dias de votação, o Corecon-RS disponibilizou um computador para os economistas que optassem por realizar seu voto na sede do Conselho. Da mesma forma, as delegacias regionais do Conselho em Caxias do Sul e em Pelotas disponibilizaram equipamentos para o processo eleitoral presencial.

 

Confira os novos conselheiros regionais e delegados do Corecon-RS, eleitos para o triênio 2018/2020

Conselheiros Titulares:

Aristóteles da Rosa Galvão

Economista formado pela PUCRS em 1976, pós graduado em economia empresarial, atua como perito e na área de consultoria empresarial há mais de 30 anos, foco em perícia judicial, consultoria em gestão empresarial, avaliação de empresas, fusões e aquisições, dissoluções societárias, captação de novos sócios investidores, dentre outros. Possui trabalhos executados com sucesso para as empresas Quero Quero (RS), Tok (RS), Paquetá Calçados (RS), Gaston (RS), dentre outros. Conselheiro do Conselho Regional de Economia (Corecon) do RS nos exercícios 2008 a 2013. Atual Conselheiro dessa entidade desde 2015. Vogal da Junta Comercial do Rio Grande do Sul (JUCERGS) nos exercícios 2006 a 2013, sendo Perito e Avaliador dos Poder Judiciário Estadual e Federal.

Jorge Luis Tonetto
Jorge TonettoGraduado em Ciências Econômicas e Ciências Jurídicas e Sociais. Pós-graduado em Ciência Política (PUCRS), Integração Econômica e Direito Internacional Fiscal (FGV/ESAF/União Européia), Gestão de Sistemas (UFRGS), Theory and Operation of Modern National Economy" (George Washinton University). Atualmente é Auditor-Fiscal da Receita Estadual da Secretaria da Fazenda do RS, exercendo o cargo desde 1993. Foi Coordenador Executivo do GEFIN/CONFAZ e Diretor Técnico da ABRASF. Já ocupou os cargos de Secretário da Fazenda de Porto Alegre, Secretário de Planejamento de Santo Ângelo, Subsecretário adjunto do Tesouro do Estado por duas vezes, Superintendente administrativo e financeiro da Assembleia Legislativa do RS. Professor de Economia da PUCRS na Área de Finanças Internacionais e Economia do Setor Público. Prêmio destaque IBEF 2015 - Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças.

Lucas Aronne Schifino
Lucas Aronne SchifinoEconomista formado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Mestre em Economia Aplicada na mesma universidade. Recebeu o segundo lugar no prêmio de melhor dissertação de Mestrado do Conselho Regional de Economia em 2013. Foi professor das Faculdades São Francisco de Assis e atualmente é professor de pós-graduação da UniRitter. Participou como autor do livro “O Rio Grande tem saída?”, lançado em 2014. Atua como economista no Sistema Fecomércio-RS/SESC/SENAC desde 2011, ocupando atualmente o cargo de gerente da Assessoria Parlamentar.

 

Conselheiros Suplentes:

Felipe Garcia Ribeiro
Felipe Garcia Ribeiro

Professor adjunto III do departamento de Economia da UFPel, onde é coordenador do mestrado em Economia. É também pesquisador do CNPq. Formado economista pela UFRGS (2006), e mestre e doutor em Economia pela FGV-SP (2009 e 2013). Tem experiência como pesquisador assistente do C-micro/FGV e da FIPE, como consultor do PNUD-ONU e pesquisador visitante do IPEA. Atualmente, seus trabalhos se concentram na área de avaliação de políticas públicas e em microeconomia do desenvolvimento.

 

Henrique Brusius Renck

Henrique Brusius Renck

 

Economista, bacharel e mestre em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, MBA pela Samuel Curtis Johnson Graduate School of Management, Cornell University. Tem passagem pelas empresas Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE (analista de projetos econômico-financeiro e chefe do Departamento de Recursos Humanos), eCornell (analista de inteligência de mercado) e CRP Companhia de Participações (analista de investimentos).

 

Marivia de Aguiar Nunes
Marivia NunesGraduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Mestre em Economia Regional pela PUCRS, atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Economia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), trabalha como analista na Gerência de Análise Técnica - área de Estudos Econômicos - no Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) e é Professora Assistente na Faculdade de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (FADERGS). Atuou como analista financeira de projetos de investimento na Excelência Energética Consultoria Empresarial LTDA (São Paulo, SP) e como estagiária na Unidade de Estudos Econômicos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS). Trabalhou ainda na Área de Análise de Investimentos da Solidus SA Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários.

Delegado Eleitor Titular:

Lauro Nestor Renck
Lauro Nestor Renck
Economista, formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, pós-graduado nas áreas de Desenvolvimento Econômico e Planejamento (FDRH/RS), Planejamento do Desenvolvimento Nacional (IPEA/CENDEC/ILPES), e Câmbio e Operações Financeiras com o Exterior (EPGE/FGV); atua profissionalmente junto à Gerência de Planejamento da agência gaúcha do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE onde ingressou em 1976; exerceu a docência junto ao Departamento de Economia da Universidade Luterana do Brasil entre 1989 e 2000, foi diretor técnico da Junta de Coordenação Financeira do Estado do Rio Grande do Sul e Conselheiro e Presidente do Conselho Regional de Economia da 4a Região/RS.

Delegado Eleitor Suplente:

Bruno Breyer Caldas
Bruno Breyer Caldas
Pesquisador em Economia na Fundação de Economia e Estatística, Editor-Chefe do periódico Ensaios FEE e Professor Adjunto na FADERGS, além de já ter trabalhado com perícia e consultoria econômica. Graduado em Ciências Econômicas (UFRGS), Mestre em Administração de Empresas com ênfase em Finanças (PPGA/UFRGS), e Doutor em Economia (PPGE/UFRGS), com um período como aluno visitante na NOVA School of Business and Economics de Lisboa.

 

Para conferir os resultados das eleições do Sistema Cofecon/Corecons, em todo o País, clique aqui

Tributação e desigualdade é tema de debate na Assembleia


O economista Sergio Wulff Gobetti é um dos autores do livro “Tributação e Desigualdade”, que será lançado no dia 20 de novembro próximo, às 18h30min, durante debate sobre o tema, no Plenarinho da Assembleia Legislativa do RS. Gobetti e o auditor-fiscal Marcelo Lettieri, da Receita Federal e do Instituto de Justiça Fiscal, serão os debatedores do encontro.

Numa produção conjunta do Instituto de Pesquisas Aplicadas (IPEA) e Fundação Getúlio Vargas (FGV), a obra é organizada por José R. Afonso, Melina Rocha Lukic, Rodrigo Octávio Orair e Fernando Gaiger Silveira e reúne artigos de especialistas nacionais e internacionais, que tratam da Tributação como instrumento de redistribuição de renda e redução das desigualdades. Também participam Maria Helena Zockun, Juan Pablo Jiménez, Nelson Leitão Paes, Pedro Herculano G. F. de Souza, Marcelo Medeiros, Marc Morgan, Heloisa H. Pinheiro, Fábio Waltenberg, Celia Lessa Kerstenetzky, Rodrigo Cardoso Fernandes, Bernardo Campolina, Marcos Hecksher, Pedro Luis do N. Silva, Carlos Henrique L. Corseuil, Rodolfo Hoffman, Paulo Gil H. Introíni, Amilton J. Moretto, Michael Hanni, Ricardo Martner, Luana Passos, Rozane B. de Siqueira, José R. B. Nogueira, Evaldo S. de Souza, Carlos F. Luna, Marciano S. de Godoi, Pedro Carvalho Jr., Luana Passos, José R. Afonso, Antonio Jose P. de Souza, Thomas Piketty, Fabrício Augusto de Oliveira, Geraldo Biasoto Jr, além de Thomas Piketty, que assina o último capítulo da obra.

“O livro proporcionará grande contribuição para ampliar a agenda de debate em torno da reforma tributária, ajudando-nos a mudar um sistema tributário que é cheio de lacunas e generoso demais com quem não precisa”, afirma Gobetti.

A obra está sendo vendida na Feira do Livro de Porto Alegre pela Livraria Palmarinca e se encontra disponível para venda também no link bit.ly/2gUbDen

Unicruz e Corecon-RS promovem III Fórum de Empreendedorismo e Inovação


A Agência Start, da Universidade de Cruz Alta (Unicruz) realizará, no dia 16 de novembro próximo (quinta-feira), às 19 horas, o III Fórum de Empreendedorismo e Inovação, que terá a palestra do economista Tiago Lemos, que falará sobre “Perfil Empreendedor 4.0”. O evento, que tem o apoio do Corecon-RS, ocorrerá no Miniauditório da Universidade, em Cruz Alta.

Tiago Lemos é especialista em Management 3.0, Lean Startup, Canvas, Consultor em Inovação Corporativa e em psicologia positiva e transnacional. Desenvolveu a primeira aceleradora do Sul do País e Avaliou mais de 500 modelos de negócios. O vice-presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, também participará do evento.

Antônio da Luz fala, na Apimec, sobre Cenários e desafios para o Agronegócio

O ex-conselheiro do Corecon-RS e Economista-Chefe do Sistema Farsul, Antônio da Luz, será o palestrante do “Café com Finanças”, na próxima terça-feira, dia 7 de novembro, às 8h10min, na sede da Apimec-Sul , na Rua General Câmara, 243, 3º andar, Centro Histórico, em Porto Alegre. Falará sobre “Cenários e desafios para o Agronegócio brasileiro 2017-2018”.

Maiores informações pelo fone (51) 3225.4459 ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Abertas inscrições para prêmios Reportagem de Economia 2017 e Jornalista de Economia do Ano

Encontram-se abertas as inscrições para o “Prêmio Corecon-RS de Reportagem de Economia 2017” e para o “Prêmio Jornalista de Economia do Ano”.

O “Prêmio Corecon-RS de Reportagem de Economia 2017” tem como objetivo valorizar trabalhos jornalísticos produzidos sobre a economia gaúcha, por profissionais em atividade no Estado, nas áreas da mídia imprensa (reportagem de revistas e jornais on line), radiojornalismo (reportagem de rádio) e mídia digital (reportagem em mídia digital).

Poderão participar trabalhos publicados ou veiculados em órgãos de imprensa do país (jornais, revistas, emissoras de rádio e mídia digital). As inscrições deverão ser efetuadas, até o dia 13 de novembro de 2017, às 17 horas, na sede do Corecon-RS (Rua Siqueira Campos, 1184 – 6º andar), em Porto Alegre.

O “Prêmio Jornalista de Economia do Ano” tem como objetivo homenagear um jornalista com atuação na área econômica, em jornais, revistas, emissoras de rádio ou mídia digital. As inscrições devem ser feitas pela Associação Riograndense de Imprensa (ARI), Sindicato dos Jornalistas do Estado do RS (Sindjors), Corecon-RS ou pelas faculdades gaúchas que oferecem o curso de Comunicação Social/Jornalismo. Cada entidade indicará o nome de até três jornalistas que concorrerão ao Prêmio, para, então, a Comissão Julgadora escolher um nome entre os indicados.

A promoção é do Corecon-RS, com o apoio da ARI e do Sindjors.

Os prêmios serão entregues durante solenidade oficial no mês de dezembro próximo, oportunidade em que também serão outorgados o “Prêmio Corecon-RS 2017” de dissertações de mestrado, monografias e artigos técnicos, e o “Prêmio Economista do Ano”.

Regulamentos:

Prêmio Reportagem de Economia 2017

Prêmio Jornalista de Economia do Ano

Economia em Pauta discute Bitcoin e blockchain

O Corecon-RS e Jornal do Comércio, com o apoio da Águas Mineral Sarandi, foi realizado na noite do dia 24 de outubro, mais uma edição do Economia em Pauta. O tema foi “As criptomoedas e a livre geração de valor” e teve, como palestrantes, o economista Guilherme Stein, pesquisador da Fundação de Economia e Estatística (FEE) e conselheiro Corecon-RS, e Fausto Vanin, da Blockchain Academy. A mediação foi da jornalista Patrícia Knebel, editora do Mercado Digital.

Esta edição do Economia em Pauta, que lotou o Salão de Eventos do Jornal do Comércio, foi aberta pelo diretor de Operações do Jornal do Comércio, Giovane Tumelero e pelo presidente do Corecon-RS, economista Clovis Meurer. O diretor Tumelero agradeceu os presentes e apresentou um vídeo promocional sobre o conteúdo digital do Jornal do Comércio. Informou, ainda, que, em iniciativa pioneira no país, o Jornal do Comércio apresenta, pela primeira vez, em sua edição do dia, as cotações da moeda bitcoin em seu espaço de indicadores de economia. Em sua fala, o presidente Meurer agradeceu a presença dos palestrantes e elogiou as parcerias do JC e da Águas Mineral Sarandi, “fundamentais para mais uma noite de esclarecimentos e aprendizagem sobre mercado, moeda e tecnologia”.

 

fausto

Fausto Vanin, que é mestre em Informática Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e especialista em Certificação em Inovação e Estratégia pelo MIT Sloan School of Management, apresentou um jogo interativo com os presentes, através do uso da internet, em que o público responde a questionamentos sobre consenso com o intuito de testar como as pessoas se relacionam. “É uma oportunidade de trabalhar com as pessoas sobre a maneira como elas se relacionam entre elas, como elas se relacionam com o dinheiro, com o valor e com a confiança”, disse, lembrando que “a confiança é a base da tecnologia do blockchain”. Apresentou, ainda, um histórico do bitcoin e do blockchain. Falou sobre as oportunidades de negócio que se abrem a partir da livre criação de valor, em vários segmentos da economia, e não apenas no setor financeiro. Explicou que as pessoas têm hoje a necessidade de gerar a economia e não apenas de movimentar dinheiro. Falou da utilização do livro-razão e das diferenças do sistema intervencionista tradicional para a cadeia de blocos, com sua relação de bens individuais e coletivos, distribuição de responsabilidade, capacidade de processamento e de compartilhamento de dados, que é o . “Trata-se da passagem de um modelo centralizado para um modelo distribuído, ou absolutamente cooperativo”, disse.

faustoF

Vanin encerrou sua apresentação fazendo uma comparação das tecnologias que envolvem o bitcoin e o blockchain. “Acredito que o blockchain pode criar muito mais benefícios através de geração de valor em cima da tecnologia, para diversos segmentos. É uma ferramenta que tem a capacidade de transformar a sociedade”, finalizou.

 

 

 

 

 

guilherme3O economista Guilherme Stein apresentou um histórico sobre a popularização da internet, ocorrida no Brasil a partir dos anos 90 e seus até então imagináveis desdobramentos tecnológicos, que acabaram culminando, anos mais tarde, com potencialidades de interação, como facebook, youtube, whatsapp e netflix. Falou sobre a teoria de Adam Smith, em sua obra Riqueza das Nações, em que preconizava a troca como a origem da moeda, e disse que antes da moeda as economias das pequenas comunidades eram baseadas na troca de favores, que, registrados em planilhas de obrigações e deveres, iam sendo saldados ao longo do tempo, de acordo com as oportunidades de cada membro da comunidade. “Já, naquela época, tratava-se de bitcoins arquivados em um livro-razão informal, ou um blockchain”, disse. Lembrou que o sistema não funcionava adequadamente para comunidades muito maiores, o que levou ao surgimento da moeda. “Era a certeza de que se alguém tinha uma moeda é porque fez, em algum momento, algum favor a alguma pessoa”, acrescentou, lembrando que a moeda no bolso representava o produto de um benefício físico de valor feito a uma terceira pessoa.

 

 

guilhermeF

 

Guilherme Stein falou, ainda, sobre a estrutura e o funcionamento do blockchain, que é disponibilizado na internet em formato de planilha pública protegida por criptografia, e que registra toda a infinidade de transações on line realizadas, validadas e garantidas pelo livre acesso de seus integrantes. Abordou as vantagens do bitcoin, especialmente o fato de servir como eficiente instrumento de proteção ao usuário, diante de eventuais instabilidades vividas pela moeda local de países que passam por crises monetárias, como hiper inflação. Lembrou que a outra forma de manutenção de valor e proteção da moeda, a compra de ativos, como bens, nem sempre é eficiente em função de uma série de inconvenientes ou problemas de liquidez, ou mesmo tributação e burocracia, que não acontece com o bitcoin.

O evento foi transmitido ao vivo pelo facebook do Jornal do Comércio, com compartilhamento do facebook do Corecon-RS, e contou com a participação de espectadores de fora do Brasil, como Inglaterra e EUA.

 

“As criptomoedas e a livre geração de valor” é o tema do Economia em Pauta

 

 


“As criptomoedas e a livre geração de valor” é o tema da próxima edição do Economia em Pauta, que acontecerá no dia 24 de outubro (terça-feira), às 19 horas, no Salão de Eventos do Jornal do Comércio (Av. João Pessoa, 1282 – 1º andar). Numa promoção do Corecon-RS, em parceria com o Jornal do Comércio, o evento terá como palestrantes Fausto Vanin (Blockchain Academy, mestre em Informática Aplicada PUCPR, Certificação em Inovação e Estratégia pelo MIT Sloan School of Management), o economista Guilherme Stein (pesquisador da FEE, conselheiro Corecon-RS), e contará com a mediação da jornalista Patrícia Knebel, do Jornal do Comércio.

Será fornecido um certificado de 2 horas complementares aos estudantes que participarem do evento.

O evento contará com um welcome coffee oferecido pela Águas Sarandi.

Inscrição obrigatória e gratuita pelo link bit.ly/bitcoincorecon até 23/10. As vagas são limitadas!

Mais informações pelo fone (51) 3254.2608 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 logopatrocinios

Este evento será transmitido ao vivo pelo facebook do Jornal do Comércio.
Para assisti-lo, no dia 24, às 19 horas,

clique aqui

 

Inscrições do "Prêmio Corecon-RS" encerram-se nesta sexta, dia 27

Encerram-se nesta sexta-feira, dia 27, às 17h30min, as inscrições para o “Prêmio Corecon-RS 2017”, nas modalidades Dissertação de Mestrado, Monografias ou Trabalhos de Conclusão de Curso e Artigos Técnicos ou Científicos.

Somente poderão ser inscritos trabalhos de autores devidamente registrados no Corecon-RS e quites com o pagamento de suas anuidades perante o Conselho.

A iniciativa visa premiar, anualmente, trabalhos de profissionais que atuam na área da economia, dos recém mestres dos cursos de Pós-Graduação em Economia e dos recém formados nos cursos de Graduação em Ciências Econômicas de Instituições de Ensino Superior no Estado do Rio Grande do Sul.

Acesse o regulamento e as fichas de inscrição

Maiores informações pelo fone (51) 3254.2608 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Corecon-RS abre inscrições para concurso de vídeos sobre educação financeira

 

 

 

- Numa parceria com Seduc e Banrisul, Concurso é dirigido a alunos dos ensinos Fundamental e Médio
de escolas públicas e privadas do RS -

O Corecon-RS, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e o Banrisul, está abrindo as inscrições para o V Concurso de Educação Financeira para o Ensino Fundamental e Médio das escolas privadas e públicas do Rio Grande do Sul.

A iniciativa tem como objetivo estimular e desenvolver junto aos estudantes a conscientização sobre a importância da economia e da educação financeira na vida do cidadão em nosso País. Para participarem, os estudantes produzirão vídeos, com duração de um a três minutos, abordando a importância da “poupança”.

Maiores informações podem ser obtidas em www.coreconrs.org.br, e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo fone (51)32542608.

 

Acesse, para maiores informações e inscrições

 

 

Pagina 3 de 30