Corecon entrega prêmios nesta quinta-feira, no Hotel Continental, em Porto Alegre

 

O Corecon-RS promove, nesta quinta-feira, dia 14, às 20 horas, no Hotel Continental (Largo Vespasiano Júlio Veppo, 77, Porto Alegre), a solenidade de entrega do “Prêmio Corecon-RS 2017”, do “Prêmio Economista do Ano” e do “Prêmio Destaque Especial em Economia”. Na oportunidade, também serão entregues o “Prêmio Jornalista de Economia do Ano” e o “Prêmio Reportagem de Economia 2017”, que homenageia os autores das melhores reportagens de Economia de mídia impressa, digital e radiojornalismo. Na oportunidade, será realizada, ainda, solenidade de premiação dos estudantes do ensino médio e fundamental das escolas públicas e privadas do RS, vencedores do V Prêmio de Educação Financeira.


Prêmio Economista do Ano – Economista Antônio Newton Corrêa da Luz
Prêmio Economista Destaque Especial do Ano – Economista Edgar Irio Simm
Prêmio Corecon/RS:

Dissertações de Mestrado

1º Lugar:
Título: “Fatores Socioeconômicos e Psicossociais Relacionados à Prevalência da Depressão no Brasil”
Autor: Eduardo Fernandes da Silveira
Orientador: Giácomo Balbinotto Neto
Universidade: UFRGS

2º Lugar:
Título: “Uma Abordagem Gravitacional da Evolução do Comércio Potencial Entre o Brasil e Parceiros Asiáticos Selecionados”
Autora: Sílvia Letícia Bampi
Orientador: André Filipe Zago de Azevedo
Universidade: Unisinos

3º Lugar:
Título: “Os efeitos da liberalização financeira externa sobre o desempenho macroeconômico brasileiro, entre 1995 e 2014: um estudo a partir dos modelos MS-VAR e VEC”
Autor: Pedro Perfeito da Silva
Orientador: André Moreira Cunha
Universidade: UFRGS

Monografias

1º Lugar:
Titulo: “A Dinâmica de movimento conjunto dos índices de preços das commodities:
Uma aplicação Econométrica”
Autora: Priscila Linck
Orientador: Marcos Tadeu Caputti Lélis
Universidade: Unisinos

2º Lugar:
Titulo: “Uber no Brasil: regulamentação e economia compartilhada”
Autora: Paola Behs
Orientador: Giácomo Balbinoto Neto
Universidade: UFRGS

3º Lugar:
Titulo: “Análise da relação entre capital humano e o crescimento econômico do Brasil”
Autor: Renan Dal’Santo
Orientador: Tiago Wickstrom Alves
Universidade: Unisinos

Prêmio Jornalista de Economia do Ano – Jornalista Eugênio Carlos Borges Esber
Prêmio Reportagem de Economia do Ano
(Mídia Impressa)
1º Lugar - Jornalista Caio Cezar Cigana
2º Lugar - Jornalista Fernando Soares
3º Lugar - Jornalista Danton José Boatini Junior
(Mídia Digital)
Jornalista Bruna Oliveira
(Radiojornalismo)
Jornalista Eduardo Matos
V Concurso de Educação Financeira
1º lugar - Yasmin Vitoria Oliveira da Silva e Matheus Gustavo Freddi (Escola FEMA – Santa Rosa)
2º lugar - Gisele Silveira de Oliveira e Ana Caroline Drabach Rosso (Instituto Estadual de Educação Barão de Tramandaí – Tramandaí)
3º lugar - Tainá Fick Noschang e Verônica Temes Lunkes (Escola Estadual de Educação Básica Leopoldo Ost - Santo Cristo)

Cofecon lança edição 26 da Revista Economistas


O Cofecon está disponibilizando a edição de nº 26 da Revista Economistas, que traz como destaque o tema “Novas áreas de atuação trazem mais oportunidades para economistas”. A Revista apresenta os artigos “Política macroeconômica e retomada do crescimento” (Econ. Fernando Nogueira da Costa), “Desigualdade e pobreza em alta”, (Econ. Marcelo Neri), “A Economia Comportamental” (Econ. Flávia dÁvila), “Ecologia integral: um conceito estruturante” (Econ Paulo Haddad), “Alternativas produtivas e geração de renda: as iniciativas econômicas e solidárias” (Roberto Marinho Alves da Silva), “Cooperativismo: instrumento de desenvolvimento econômico e social” (Geraldo Magela), “O trilema da sustentabilidade e o decrescimento demoeconômico” (José Eustáquio Diniz Alves), “Censo Agropecuário de 2006 e Censos Demográficos e o futuro da agricultura” (Eliseu Alves e econ. Geraldo da Silva e Souza), e “A hora e a vez da criatividade” (Econ. Luiz Alberto Machado).

A publicação contém, ainda, a Carta de Belo Horizonte, aprovada no 22º Congresso Brasileiro de Economia – “Manifesto em defesa do desenvolvimento econômico, justiça social e democracia”; as reportagens “XXII Congresso Brasileiro de Economia discutiu caminhos para o desenvolvimento”, “Economista: novos campos de trabalho”, “Cofecon investe em iniciativas para qualificar economistas em perícia econômico-financeira” e “Eleições do Sistema Cofecon/Corecons se consolidam no ambiente on-line”; além de conteúdos da Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Ciências Econômicas (ANGE) e Federação Nacional dos Estudantes de Economia (Feneco) e a seção Novos Livros.

A publicação pode ser acessada no site do Cofecon, através do link http://www.cofecon.gov.br/revista-digital/

Corecon-RS divulga Economista Destaque Especial do Ano e melhores dissertações de mestrado e monografias

O economista Edgar Irio Simm foi escolhido o “Economista Destaque Especial do Ano de 2017”. A homenagem é outorgada aos profissionais de Economia, registrados no Corecon-RS, que tiveram destaque ao longo de sua vida profissional. Edgar Irio Simm é formado em Ciências Econômicas pela UFRGS e pós-graduado em Economia Agrícola na Universidade de Wisconsin (EUA). Foi Diretor do IEPE e da Faculdade de Economia da UFRGS. Foi Secretário da Agricultura do Estado do RS de 1971 a 1975 e duas vezes Secretário Municipal da Fazenda em Porto Alegre. 

O Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) oficializou, também, os vencedores do “Prêmio Corecon-RS 2017”, nas modalidades Dissertação de Mestrado e de Monografias. A iniciativa tem como objetivo premiar, anualmente, trabalhos de profissionais que atuam na área da economia, de recém mestres dos cursos de Pós-Graduação em Economia e dos recém formados nos cursos de Graduação em Ciências Econômicas, de instituições de Ensino Superior no Rio Grande do Sul.

Os prêmios serão entregues durante solenidade oficial no dia 14 de dezembro, às 20 horas, no Hotel Continental (Largo Vespasiano Júlio Veppo, 77 – em frente à Rodoviária), Porto Alegre. Na oportunidade também serão homenageados o “Prêmio Economista do Ano”, o “Prêmio Destaque Docente do Ano”, o “Prêmio Jornalista de Economia do Ano”, as melhores reportagens de economia do ano, além da premiação dos estudantes do ensino médio e fundamental vencedores do V Prêmio de Educação Financeira.


Prêmio Corecon-RS 2017

Dissertações de Mestrado

1º Lugar:
Título: “Fatores Socioeconômicos e Psicossociais Relacionados à Prevalência da Depressão no Brasil”
Autor: Eduardo Fernandes da Silveira - Corecon-RS N° 6708
Orientador: Giácomo Balbinotto Neto - Corecon-RS N° 4815
Universidade: UFRGS

2º Lugar:
Título: “Uma Abordagem Gravitacional da Evolução do Comércio Potencial Entre o Brasil e Parceiros Asiáticos Selecionados”
Autora: Sílvia Letícia Bampi - Reg. 8258
Orientador: André Filipe Zago de Azevedo - Corecon-RS N° 5219
Universidade: Unisinos

3º Lugar:
Título: “Os efeitos da liberalização financeira externa sobre o desempenho macroeconômico brasileiro, entre 1995 e 2014: um estudo a partir dos modelos MS-VAR e VEC”
Autor: Pedro Perfeito da Silva - Corecon-RS Nº 8158
Orientador: André Moreira Cunha - Corecon-RS N° 5243
Universidade: UFRGS

Monografias

1º Lugar:
Titulo: “A Dinâmica de movimento conjunto dos índices de preços das commodities:
Uma aplicação Econométrica”
Autora: Priscila Linck - Corecon-RS Nº 8527
Orientador: Marcos Tadeu Caputti Lélis - Corecon-RS N° 7589
Universidade: Unisinos

2º Lugar:
Titulo: “Uber no Brasil: regulamentação e economia compartilhada”
Autora: Paola Behs - Corecon-RS Nº 8592
Orientador: Giácomo Balbinoto Neto - Corecon-RS N° 4815
Universidade: UFRGS

3º Lugar:
Titulo: “Análise da relação entre capital humano e o crescimento econômico do Brasil”
Autor: Renan Dal’Santo - Corecon-RS N° 8569
Orientador: Tiago Wickstrom Alves - Corecon-RS N° 4901
Universidade: Unisinos

Ex-presidentes recebem homenagem do Corecon-RS


Durante sessão-plenária ocorrida no dia 4 de dezembro, na Sede do Corecon-RS, foi realizado o ato oficial de colocação das fotos dos ex-presidentes, economistas Fernando Ferrari Filho e Simone Magalhães, na galeria de fotografias existente na Sede da Entidade. O ato foi coordenado pelo presidente do Corecon-RS, economista Clovis Meurer, que falou da importância do apoio dos economistas conselheiros que vêm contribuindo, a cada dia, para o fortalecimento cada vez maior da entidade e da categoria dos economistas no estado do Rio Grande do Sul, e agradeceu especialmente aos homenageados pela dedicação e seriedade com que atuaram como presidentes da Entidade.

plenariaAlém do presidente Clovis Meurer e do vice-presidente Rogério Tolfo, estiveram presentes nesta sessão-plenária os conselheiros Aristóteles Galvão, Bruno Breyer Caldas, Darcy Carvalho dos Santos, Filipe Grisa, Guilherme Stein, João Carlos Madail e Leandro Höerlle, os ex-presidentes Fernando Ferrari Filho, Simone Magalhães, Lauro Nestor Renck (delegado eleitor), e José Luiz Amaral Machado. Também estiveram presentes os conselheiros eleitos Felipe Garcia Ribeiro, Henrique Brusius Renck, Jorge Luís Tonetto e Marívia de Aguiar Nunes, o conselheiro federal Henri Bejzman e o ex-conselheiro Alfredo Meneghetti Neto

Corecon divulga Jornalista de Economia do Ano e melhores reportagens de Economia

 

O jornalista Eugênio Esber, diretor da Revista Amanhã, foi escolhido o “Jornalista de Economia do Ano”. A distinção é concedida pelo Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS), com o apoio da Associação Rio-Grandense de Imprensa (ARI) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do RS (Sindjors), com o objetivo de homenagear um jornalista, devidamente registrado no Sindjors, colunista, repórter, editor de economia, comentarista econômico, de mídia eletrônica ou digital, que se destacou na sua área de atuação durante o ano. A escolha é feita por membros da ARI, do Sindjors, do Corecon-RS e de faculdades gaúchas que oferecem o curso de Comunicação Social/jornalismo no Rio Grande do Sul.

Com uma trajetória que começou há 38 anos na redação do Jornal do Povo, de Cachoeira do Sul, Eugênio Esber completa em 2017 três décadas de atuação no jornalismo econômico. Como diretor de Redação da Revista e do Portal AMANHÃ, e diretor de Conteúdo do Instituto AMANHÃ, Esber atua na coordenação do Projeto Cenários de AMANHÃ, que há mais de 20 anos promove a discussão de caminhos e modelos inspiradores para o desenvolvimento da economia gaúcha. Também comanda a execução de projetos de AMANHÃ com foco na Região Sul, entre eles os rankings 500 Maiores do Sul, Campeãs de Inovação e Top of Mind. Em 2017, foi finalista do Prêmio “Os mais admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças”, promovido por Jornalistas & Cia., de São Paulo. No âmbito do RS, Eugênio Esber teve seu trabalho reconhecido por entidades como o PGQP e a Abimec-Sul, no âmbito do RS, tendo sido agraciado, ainda, pelo Prêmio Bovespa de Jornalismo. Pelo “Projeto Educação”, de AMANHÃ, recebeu da ANDI, ao lado de outros profissionais brasileiros, o título de “Jornalista Amigo da Criança”. Formado pela PUCRS, Esber teve uma passagem de cinco anos pelo Correio do Povo como repórter especial, editor e, ainda, uma experiência como “ombudsman” da publicação. Eugênio Esber é sócio da Novo Texto, empresa pela qual ministrou workshops na área da comunicação em vários Estados brasileiros, com foco em temas como Jornalismo Econômico e Ética nas Relações entre Jornalistas e Fontes/Porta-Vozes. Escreveu a peça de treinamento “O drama” e “A comédia de ser notícia”. Em 2017, lançou a biografia “Um certo Mr. Elbling”, pela Editora Bookman.

O Corecon-RS divulgou, também, os vencedores do “Prêmio de Reportagem de Economia 2017”. Na categoria Mídia Impressa, o 1º Lugar ficou para a matéria “Transporte ferroviário no RS”, de autoria do jornalista Caio Cezar Cigana, do Jornal Zero Hora; o 2º Lugar para “Cooperativas da Serra crescem na crise”, de autoria do jornalista Fernando Soares, do Jornal Pioneiro; e o 3º Lugar para a matéria “Maratona pós-colheita”, do jornalista Danton José Boatini Júnior, do Jornal Correio do Povo. Na categoria Radiojornalismo, a melhor matéria foi “Indústria, economia gaúcha e investimento”, de autoria do jornalista Eduardo Matos, da Rádio Gaúcha; e na categoria Mídia Digital, foi premiada a matéria “A nova Osvaldo Aranha: importante avenida de Porto Alegre vive mudança de ares com novo perfil de empreendimentos”, de autoria da jornalista Bruna Oliveira, do Jornal do Comércio de Porto Alegre.

Os prêmios serão entregues durante solenidade oficial no dia 14 de dezembro, às 20 horas, no Hotel Continental (Largo Vespasiano Júlio Veppo, 77 – em frente à Rodoviária), Porto Alegre. Na oportunidade também serão homenageados os demais vencedores do “Prêmio Corecon-RS 2017” — que destaca as melhores dissertações de Mestrado, artigos técnicos ou científicos e monografias ou trabalhos de conclusão de Curso —, o “Prêmio Economista do Ano”, o “Prêmio Destaque Docente do Ano”, além da premiação dos estudantes do ensino médio e fundamental vencedores do V Prêmio de Educação Financeira.

PRÊMIO REPORTAGEM DE ECONOMIA 2017

Mídia Impressa

1º Lugar
“Transporte ferroviário no RS” – Caio Cezar Cigana (Zero Hora)

2º Lugar
“Cooperativas da Serra crescem na crise” – Fernando Soares (Pioneiro)

3º Lugar
“Maratona pós-colheita" – Danton José Boatini Júnior (Correio do Povo)


Radiojornalismo

“Indústria, economia gaúcha e investimento” – Eduardo Matos (Rádio Gaúcha)

Mídia Digital

“A nova Osvaldo Aranha: importante avenida de Porto Alegre vive mudança de ares com novo perfil de empreendimentos” – Bruna Oliveira (Jornal do Comércio)

 

Clovis Meurer é eleito Conselheiro Federal



O presidente do Corecon-RS, economista Clovis Meurer, foi eleito conselheiro federal, durante a Assembleia dos Delegados-Eleitores, realizada no dia 1º de dezembro, na Sede da Entidade, em Brasília, que elegeu o novo terço de conselheiros federais para o triênio 2018-2020. Além de Clovis Meurer, que foi eleito como suplente, assumirão em janeiro próximo os economistas Fernando Aquino Fonseca Neto, Eduardo Rodrigues da Silva, Antonio Ubirajara de Pádua Galvão, Antonio Melki Junior, Maria Auxiliadora Sobral Feitosa e Antônio Corrêa de Lacerda, como efetivos, e Róridan Penido Duarte, Sávio de Jesus Tourinho da Cunha, João Bosco Ferraz de Oliveira, Paulo Salvatore Ponzini e Luiz Antonio Rubin, como suplentes. A solenidade de posse acontecerá no dia 25 de janeiro, às 19h, em local a ser confirmado, na cidade de Brasília/DF.


O conselheiro federal, economista gaúcho Henri Bejzman, e o delegado eleitor e ex-presidente do Corecon-RS, economista Lauro Renck, também estiveram presentes na reunião-plenária do Cofecon.

Antônio da Luz é escolhido Economista do Ano


O economista Antônio da Luz foi escolhido o Economista do Ano 2017. A iniciativa do Corecon-RS é um reconhecimento a economistas que atuam nos mais diferentes campos da profissão, engajados em atividades dos setores privado ou público, academia ou profissionais autônomos, no Rio Grande do Sul, e que tenham se destacado por sua contribuição no fortalecimento do desenvolvimento econômico regional ou nacional, através de análises críticas e inovadoras sobre assuntos relevantes e de interesse público.

Antônio da Luz é economista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mestre em Economia (UFRGS) e Doutorando em Economia do Desenvolvimento pela PUC-RS, além de ser pós-graduado em Master Business Economics e também Derivativos Financeiros. Atua como Economista-Chefe do Sistema Farsul e professor Titular das disciplinas de Comercialização e Microeconomia em cursos de Pós-Graduação (Especialização e MBA) na ESPM. Atuou como economista da Agenda 2020 e também como Corretor de Bolsa de Valores Mobiliários. Antônio da Luz é um dos 89 economistas brasileiros e estrangeiros que são consultados pelo Banco Central para elaboração do Relatório Focus com as expectativas de mercado para PIB, Inflação, Juros, Câmbio, etc. Ex-conselheiro do Corecon-RS.

Os candidatos ao “Prêmio Economista do Ano” são indicados por entidades públicas, privadas, universidades e entidades de categoria, como associações e sociedades, entre outras, sediadas no Rio Grande do Sul. A Comissão Julgadora é independente e formada por nove economistas com atuação profissional no âmbito do Rio Grande do Sul, sendo três representantes do setor público, três do setor privado e três do setor acadêmico. Integraram a Comissão os economistas Henrique de Abreu Grazziotin  (BRDE), Paulo Roberto Lucho (Sefaz) e Vanclei Zanin (FEE), indicados pelo Setor Público; Patrícia Ullmann Palermo (Fecomércio),  Pedro Lutz Ramos (Sicredi) e André Francisco Nunes de Nunes (Fiergs), indicados pelo Setor Privado; e Milton André Stella (PUCRS), Rodrigo Nobre Fernandez (UFPel) e Marcelo De Carvalho Griebeler (UFRGS), indicados pelo Setor Acadêmico.

O Prêmio será entregue durante solenidade oficial no dia 14 de dezembro, às 20 horas, no Hotel Continental (Largo Vespasiano Júlio Veppo, 77, Porto Alegre. Na oportunidade, também serão homenageados os vencedores do “Prêmio Corecon-RS 2017” – que premia as melhores dissertações de Mestrado, artigos técnicos ou científicos e monografias ou trabalhos de conclusão de Curso –, o “Prêmio Corecon-RS de Reportagem de Economia 2017” e o “Prêmio Jornalista de Economia do Ano/2017”. Também serão entregues os prêmios dos vencedores do V Concurso de vídeos sobre educação financeira.

Wellington Leonardo é eleito para presidência do Cofecon

O economista Wellington Leonardo da Silva foi eleito, na sexta-feira, di 1º de dezembro último, na sede do Cofecon, em Brasília, presidente da Entidade, para mandato de um ano, a partir do dia 1º de janeiro de 2018. Também foi eleita, para a vice-presidência, a economista Bianca Lopes de Andrade Rodrigues.

Wellington Leonardo da Silva é bacharel em Ciência Econômicas pela Universidade Gama Filho. Foi Conselheiro Federal do Cofecon de 2009 a 2014 e Vice-Presidente da autarquia no exercício de 2014. Trabalhou no setor privado de 1977 a 1990 na área de comércio internacional de indústrias do ramo têxtil, maquinaria pesada e química fina. Lecionou nas faculdades Veiga de Almeida e Gama Filho, sendo nesta última até 1992. Foi assessor do Sindicato dos Bancários do Estado do Rio de Janeiro, da Associação dos Funcionários do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (AFBNDES) e chefe de gabinete da ex-deputada federal Ana Júlia Carepa. Atualmente é secretário-executivo do Conselho Regional de Economia do Rio de Janeiro (Corecon-RJ), consultor em Planejamento Estratégico Situacional e diretor do Sindicato dos Economistas do Estado do Rio de Janeiro.

Bianca Lopes de Andrade Rodrigues é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e aluna do curso de MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foi Presidente e Vice-Presidente do Conselho Regional de Economia de Rondônia (Corecon-RO) e atualmente é Conselheira Federal do Cofecon. Tem experiência em gestão de políticas públicas, planejamento e finanças públicas, elaboração de planos de desenvolvimento regional e projetos de viabilidade econômica. Atualmente ocupa o cargo de Vice-Presidente da Junta Comercial do Estado de Rondônia.

RS esteve presente na plenária do Cofecon

henriO conselheiro federal, economista gaúcho Henri Bejzman, e o delegado eleitor e ex-presidente do Corecon-RS, economista Lauro Renck, também estiveram presentes na reunião-plenária do Cofecon. Na oportunidade, também aconteceu a Assembleia de Delegados-Eleitores, que elegeu os novos conselheiros federais para o triênio 2018-2020. Os economistas Fernando Aquino Fonseca Neto, Eduardo Rodrigues da Silva, Antonio Ubirajara de Pádua Galvão, Antonio Melki Junior, Maria Auxiliadora Sobral Feitosa e Antônio Corrêa de Lacerda foram eleitos para o cargo de conselheiro federal efetivo. Como suplentes, foram eleitos Róridan Penido Duarte, Sávio de Jesus Tourinho da Cunha, João Bosco Ferraz de Oliveira, Clóvis Benoni Meurer, Paulo Salvatore Ponzini e Luiz Antonio Rubin.

Aristóteles Galvão é eleito para Conselho fiscal do fórum/RS

 

O conselheiro Aristóteles Galvão assumirá a vaga do Corecon-RS no Conselho Fiscal do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do RS (Fórum/RS). 

A eleição da nova Diretoria Executiva e Conselho Fiscal, para os próximos dois anos, foi realizada durante reunião plenária extraordinária, no dia 29 de novembro, na sede do Cremers, em Porto Alegre, e contou com a participação de 15 Conselhos Regionais. Assumirá a presidência do Fórum/RS a atual presidente do Conselho Regional de administração do RS (CRA-RS), a administradora Claudia Abreu. A solenidade de posse ocorrerá na próxima reunião plenária no dia 13 de dezembro. Confira abaixo a composição da chapa eleita.


Diretoria Executiva

Presidência – Conselho Regional de Administração do RS (CRA-RS)

1ª vice-presidência - Conselho Regional da Ordem dos Advogados do Brasil do RS (OAB/RS)
2ª vice-presidência – Conselho Regional de Fonoaudiologia do RS (CREFONO/RS)
3ª vice-presidência – Conselho Regional de Educação Física do RS (CREF/RS)
4ª vice-presidência - Conselho Regional Medicina Veterinária do RS (CRMV-RS)
5ª vice-presidência – Conselho Regional de Medicina (CREMERS)
Secretária geral –Conselho Regional de Farmácia do RS (CRF-RS)
1º Secretário Adjunto – Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-RS)
2º Secretário Adjunto – Conselho Regional de Contabilidade do RS (CRCRS)
3º Secretário Adjunto – Conselho Regional de Biomedicina do RS (CRBM-RS)

Conselho Fiscal
1ª titular – Conselho Regional de Biologia do RS (CRBio)
2ª titular – Conselho Regional de Economia do RS (CORECON-RS)
1ª suplente – Conselho Regional de Psicologia RS (CRP-RS)
2ª suplente – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RS (CREA-RS)
3º suplente – Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RS (CAU/RS)

Ecoserra escolhe nova diretoria

 


O economista Tarciano Mélo Cardoso assumirá, em janeiro próximo, a presidência da Associação dos Economistas da Serra Gaúcha (Ecoserra). Foi escolhido durante reunião realizada, no dia 30 de novembro último, na sede da Entidade. Assumirá a vice-presidência o economista Eraldo Ricardo dos Reis. Graduado pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), com MBA pela FGV, Tarciano Cardoso é Economista-Chefe na Ferrari Gestão de Ativos, em Caxias do Sul, e sucede, na Ecoserra, o economista Carlos Wanderlei Reis da Silva.

 

Pagina 10 de 39