EVENTO EM NÚMEROS - XXIII Enesul e II Encontro de Economia

EVENTO EM NÚMEROS
XXIII Enesul e II Encontro de Economia

Nos dias 24 e 25 de agosto último, no Teatro da PUCRS, o Corecon-RS sediou o XXIII Encontro dos Economistas da Região Sul (Enesul) e II Encontro de Economia, numa co-promoção com os conselhos de Santa Catarina e Paraná, e com o apoio do Cofecon e da Docile Alimentos, que adoçou, com doces e guloseimas, o coffee do evento.

Saudamos a todos os participantes, em especial aos que vieram do interior do RS e de outros estados brasileiros, para prestigiar o nosso evento.

Ocorreram debates importantes, com foco em temas relevantes da economia nacional e da região sul do Brasil, além de um painel com cases de sucesso, apresentado por economistas de renome em suas áreas de atuação, com foco para os estudantes de economia.

Importante agradecer de modo especial aos mediadores e aos painelistas do evento, sem os quais não teríamos tido o êxito apresentado. Entre os mediadores, cabe citar os economistas Bruno Breyer Caldas, Antônio da Luz, Marivia de Aguiar Nunes, Guilherme Stein e André Nunes de Nunes. Quanto aos painelistas, nossos agradecimentos aos economistas Patrícia Palermo, Sérgio Gobetti, Alexandre Barbosa, André Lenz, Milton Stella, Ricardo Englert, Jairo Eduardo Alvares, Izete Bagolin, Gina Paladino, Luiz Antônio Rubin, Rose Irene Souza Neves, Carlos Magno Bittencourt, Felipe Garcia, Ronald Hillbrecht, Adalmir Marquetti e Gustavo Inácio de Moraes, que em muito qualificaram o debate.

Ao todo, tivemos 216 inscritos, entre economistas (64) e estudantes (152 ao todo, sendo 96 de Economia). Se somarmos os 21 painelistas e 11 colaboradores do Corecon, estiveram envolvidos no evento quase 250 pessoas.

Destaque para a presença de economistas de mais de sete estados brasileiros, como Rio grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Distrito Federal, São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro, dentre outros, incluindo os presidentes do Cofecon, economista Wellington Leonardo da Silva, do Corecon-SC, economista Alexandre Antônio Benedetto Flores, e do Corecon-PR, economista Celso Bernardo.

Cabe destacar, ainda, a presença dos conselheiros federais do RS e de diversos estados, os conselheiros do Corecon-RS e de outros regionais, além dos ex-presidentes, ex-vice-presidentes e ex-conselheiros do nosso regional. Importante salientar a presença de seis coordenadores de Curso de Economia (Fahor, UCS, Unijuí, UFN, Unisinos e PUCRS).

Os 96 estudantes de economia presentes representaram as entidades de ensino UFF (2), Fahor (14), UFRGS (10), PUCRS (23), Unioeste (2), Unijuí (9), Ulbra (2), UFPEL (4), Fadergs (2), Unisinos (4), UCS (8), UFN (12), Damásio (1), UFSM (2), além de um aluno com a matrícula suspensa.

Se somarmos as receitas com patrocínio e ingressos, deduzidos das despesas com locação do espaço, logística e infraestrutura diversa, tivemos superávit de quase R$ 2,8 mil, montante esse que será aplicado na realização do III Encontro de Economia, em 2019.

Atenciosamente,

Rogério Tolfo, Presidente do CoreconRS, em nome dos Conselheiros da Gestão 2018.

Corecon-RS na formatura da Economia da UFSM em Palmeira das Missões

 

No sábado, dia 1 de setembro, o Corecon-RS esteve acompanhando a solenidade de formatura dos estudantes dos cursos de Ciências Econômicas da UFSM/Palmeira das Missões. A Entidade foi representada, em Palmeira das Missões, pelo economista Nilson Luiz Costa. No dia 11 de agosto último, a conselheira Marivia Nunes representou o Corecon-RS na formatura dos novos bacharéis em Economia da Fadergs, ocorrida nas dependências do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre. No dia 9 de agosto, em Santa Maria, o Corecon-RS acompanhou a solenidade de formatura dos alunos do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Franciscana.

No dia 3 de agosto, sexta-feira, o vice-presidente do Corecon-RS, economista Bruno Breyer Caldas Caldas, representou a Entidade na solenidade de formatura dos alunos de Economia da PUCRS, que aconteceu no Salão de Atos (Prédio 4) da universidade. No dia 4 de agosto, o conselheiro federal Henri Bejjzman participou da solenidade de formatura dos novos bacharéis em Ciências Econômicas da Ulbra. No mesmo dia, o delegado regional, economista Milton Biazus, e o ex-presidente e conselheiro da Ecoserra, economista Carlos Vanderlei Reis da Silva acompanharam dos estudantes de Economia da Universidade de Caxias do Sul (UCS). No dia 21 de julho, o conselheiro Guilherme Stein já havia acompanhado a solenidade de diplomação dos formandos da Unisinos, em São Leopoldo, enquanto o conselheiro João Carlos Madail, representou o Corecon-RS, no dia 28, na solenidade de colação de grau dos novos bachareis em Ciências Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), em Rio Grande.

O roteiro do Corecon-RS no acompanhamento das formaturas dos cursos de Ciências Econômicas do Rio Grande do Sul deste semestre reiniciou em julho último.

 

 

 

 

 

 

 

Mateus Bandeira, do Partido Novo, no “Entrevistas com candidatos”, na PUCRS

aberturaO candidato do Partido Novo ao governo do estado, Mateus Bandeira, participou, na última quinta-feira, dia 30, do ciclo “Entrevistas com os candidatos ao Governo do RS”, promovido pelo Corecon-RS. O evento teve o apoio da Escola de Negócios da PUCRS e do DCE da Universidade e reuniu, no Auditório do Prédio 5 da PUCRS, em Porto Alegre, economistas, professores e estudantes para acompanharem os posicionamentos do candidato.

O professor da PUCRS e vice-presidente do Corecon-RS, economista Bruno Breyer Caldas, abriu o encontro agradecendo aos presentes, ao candidato, e ao emprenho dos conselheiros e das entidades parceiras para o sucesso do evento. O coordenador da Escola de Negócios, professor Gustavo Inácio de Moraes, mediou os trabalhos da mesa.

mateus1Mateus Bandeira respondeu a questionamentos previamente produzidos pelas três entidades promotoras do evento, abordando temas como finanças públicas, ICMS, salários do funcionalismo, crédito rural, contas públicas, infraestrutura, segurança pública, incentivos fiscais, entre outros.

No dia 9 de agosto último, o entrevistado foi o candidato do PDT, Jairo Jorge, abriu o ciclo de entrevistas com candidatos. Na semana seguinte, dia 15, foi a vez do candidato do PSDB, Eduardo Leite, e, no dia 21,  participou o candidato Roberto Robaina, do PSol.

Acompanhe aqui, na íntegra, a conversa com o candidato Mateus Bandeira

Economistas, professores e estudantes reúnem-se, em Porto Alegre, para o Enesul

O Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) promoveu, no dia 24 e 25 de agosto último, o XXIII Encontro dos Economistas da Região Sul do país (Enesul) e o II Encontro de Economia. O encontro, realizado no Teatro da PUCRS, em Porto Alegre, contou com a participação de economistas de renome no cenário nacional e internacional para abordarem temas como a agenda econômica do governo que assumirá o país em 2019, as economias dos três estados do sul, RS, SC e PR, políticas públicas, desenvolvimento econômico e a profissão do economista.

O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Vianna Tolfo, realizou a abertura do XXIII Enesul. Agradeceu a presença do público e das entidades apoiadoras do evento, e disse que o Encontro é de grande relevância porque, além de reunir economistas de renome, “as condições econômicas do país e o cenário pré-eleitoral oferecem convite ao debate, o que, certamente, enriquecerá os conhecimentos de todos os presentes”.

 


prescofecon3a


O presidente do Cofecon, economista Wellington Leonardo da Silva, agradeceu o convite para participar do Encontro e disse que não existe no Brasil um planejamento de desenvolvimento de longo prazo. Criticou a falta de interesse de alguns partidos políticos em promover debates sobre a economia nacional, assim como seus projetos de seus candidatos à presidência da República. Citou estudo elaborado pelo Cofecon sobre reforma tributária progressiva e disse que não apenas a reforma é fundamental para o Brasil, “mas o mais importante é sabermos que tipo de reforma tributária queremos para o país. A nossa carga tributária não é alta, mas é absolutamente injusta”, completou.

 

 

"Pauta Mínima para 2019”

aberturapautaminima 2

Econ. Patrícia Palermo 
(Sistema Fecomércio-RS)
Econ. Sérgio Gobetti

(IPEA)

Mediador: Economista Bruno Breyer Caldas
(PUCRS)

 

bruno1
Ao abrir o painel, o professor da PUCRS e vice-presidente do Corecon-RS, economista Bruno Caldas, falou da importância do tema proposto pelo Encontro, considerando a situação econômica pela qual está passando o país, "especialmente num momento em que os ânimos encontram-se mais acirrados, em função das eleições que se aproximam". 

O economista Sérgio Gobetti falou das dificuldades de se alcançar uma agenda de reformas na economia brasileira no curto prazo, em função da polarização de pensamentos e da radicalização política existente no país. Mesmo assim, acredita no sucesso de uma agenda de reformas necessárias e no diálogo sobre os objetivos comuns em torno dessa agenda. “Precisamos ter um balanço mais equilibrado, e de forma menos apaixonada, sobre os erros e acertos do passado recente e sobre as causas da atual crise”, disse. Para ele, essa agenda depende de “nós sabermos reintroduzir um mínimo de pactuação política e social para o país”. Através de gráficos, Gobetti apresentou diagnósticos sobre a evolução do salário mínimo, financiamento público, tributação, distribuição de renda, política fiscal e dívida pública. Ressaltou, ainda, a importância de um processo gradual de reformas da Previdência e de uma reforma tributária que avance na correção das distorções da tributação da renda e na ampliação da progressividade, “com a redefinição do modelo de tributação de lucros e dividendos e demais rendas do capital e do trabalho, através de um ajuste solidário, que não sacrifique apenas o andar de baixo da sociedade”.



patricia

A Economista-Chefe do Sistema Fecomércio-RS, Patrícia Palermo, apresentou uma análise sobre a conjuntura atual da economia brasileira e falou das principais reformas estruturais necessárias para promover o crescimento e, em especial, o aumento da produtividade da economia brasileira. “Foram oito trimestres consecutivos de queda da atividade econômica. Desde o início de 2017, vivemos um processo de recuperação. Entretanto, essa retomada tem apresentado fortes dificuldades em deslanchar”, disse. Lembrou que o cenário atual, apesar da inflação controlada que propiciou a queda dos juros, sofre influência de uma conjuntura externa menos favorável e uma forte incerteza de natureza política, “que contamina fortemente as decisões de investimento na nossa economia”. Alertou para a necessidade urgente do enfrentamento da crise fiscal, dado o forte crescimento da dívida pública, ressaltando a importância da implementação das reformas, em especial a da Previdência.

 

Sábado, dia 25

“O Caminho das Pedras na Profissão”

caminhodaspedras1

Econ. Alexandre Barbosa
(Superintendente de Riscos e Economia/Sicredi)
Econ. André Lenz
(CRP Companhia de Participações)

Econ. Gina Gulineli Paladino
(Corecon-PR)

Econ. Jairo Eduardo de Barros Alvares
(Gerente de Regulação Estratégica Grupo CPFL)
Econ. Luiz Antônio Rubin
(Mediador Cejust/TJPR)
Econ. Milton Stella

(Diretor Pró-Reitoria PUCRS)
Econ. Ricardo Englert
(Diretor Financeiro e de Planejamento da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre)
Mediador: Econ. Antônio da Luz
(Economista-Chefe Sistema Farsul)


“Economia Regional”

economiaregional

Econ. Carlos Magno Andrioli Bittencourt
(Corecon-PR)

Econ. Izete Bagolin
(Corecon-RS)
Econ. Rose Irene Souza Neves
(Corecon-SC)

Mediadora: Econ. Marivia Nunes
(Analista Banrisul)


“Políticas Públicas: Avaliação de Escolhas”

politicas publicas

Econ. Ronald Otto Hillbrecht
(UFRGS)

Econ. Felipe Garcia
(UFPel)

Mediador: Econ. Guilherme Stein
(Unisinos)



"Desenvolvimento Econômico Liderado pelo Estado: fato ou ficção?"

desenvolvimento economico 2
Econ. Adalmir Antonio Marquetti
(PUCRS)
Econ. Gustavo Inácio Moraes
(PUCRS)
Econ. André Nunes de Nunes
(Economista-Chefe do Sistema Fiergs)

 

 

Durante o almoço de sábado, foi realizada uma reunião do presidente Rogério Tolfo com os coordenadors dos cursos de Ciências Econômicas, para discutir temas relacionados à atividade, como campanha de divulgação da profissão junto a estudantes do ensino médio e o encontro dos cursos de Economia. Participaram os professores Gustavo Inácio de Moraes, da PUCRS, Gisele Spricigo, da Unisinos, Taize de Andrada Lopes, da UFN, Jacqueline Maria Corá, da UCS, Daniel Claudy da Silveira, da Unijuí, e Stephan Sawitzki, da FAHOR.

O presidente Rogério Tolfo encerrou oficialmente os trabalhos, agradecendo as painelistas, mediadores, conselheiros doprofessores e estudantes que vieram de todas as partes do estado para acompanhar o Encontro e explicou que a edição anterior do Enesul foi realizada na cidade de Curitiba e que a próxima edição será realizada no mês de outubro de 2019, na cidade de Florianópolis, oportunidade em que também acontecerá o Congresso Brasileiro de Economia (CBE).

O XXIII Enesul reuniu docentes, acadêmicos, membros de instituições de pesquisas nacionais, além de representantes do Conselho Federal de Economia (Cofecon), e de representantes dos Corecons do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O evento teve o apoio do Cofecon, dos Corecons de Santa Catarina e do Paraná, da PUCRS e da Docile Alimentos.

 

Acesse a galeria de fotos do evento

Acesse os videos do evento

Mateus Bandeira, do Partido Novo, estará no "Entrevista com candidatos", nesta quinta


O candidato ao governo do estado pelo Partido Novo, Mateus Bandeira, participará, nesta quinta-feira, dia 30, às 19h30min, do ciclo “Entrevistas com os candidatos ao Governo do RS”, promovido pelo Corecon-RS. O evento, que tem o apoio da Escola de Negócios da PUCRS e do DCE, será realizado no Auditório do Prédio 5, da PUCRS.

O evento reúne economistas, professores e estudantes para acompanharem as respostas dos candidatos aos questionamentos elaborados pelos integrantes das entidades promotoras do encontro.

No dia 9 de agosto último, o entrevistado foi o candidato do PDT, Jairo Jorge. No dia 15, participou o candidato do PSDB, Eduardo Leite, e no dia 21 foi a vez do candidato Roberto Robaina, do PSol. Os candidatos responderam a questionamentos sobre finanças públicas, ICMS, salários do funcionalismo, crédito rural, situação das contas públicas, infraestrutura, segurança pública, educação, incentivos fiscais, entre outros assuntos.

A entrada é gratuita.

Maiores informações, pelo fone 51-32542600 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Encontro traça perspectivas para economia gaúcha e brasileira - Jornal do Comércio

 

Encontro traça perspectivas para economia gaúcha e brasileira

Em meio a turbulências do câmbio contaminadas pelo clima eleitoral, o que esperar do desempenho da atividade econômica em 2019? O desafio será colocado aos painelistas do 23º Encontro de Economistas da Região Sul (Enesul) e do 2º Encontro de Economia do Conselho Regional de Economia (Corecon-RS), que vão ocorrer amanhã e sábado no teatro do prédio 40 da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs), em Porto Alegre. Os temas vão das crises ligadas às finanças públicas e as saídas, modelo de desenvolvimento, principalmente para o cenário do Sul, e a inserção dos profissionais da área em novos mercados e sob impacto de tecnologias. 

O presidente do Corecon-RS, Rogério Tolfo, aposta que a combinação de condições econômicas e eleições não poderia ser mais provocativa aos convidados. Na abertura, na noite de amanhã, os economistas Sérgio Gobetti, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e com passagens pelo Ministério da Fazenda nos governos do PT e estudo recentes sobre o perfil de renda e tributação, e Samuel Pessoa, da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e com trabalhos sobre questão de renda e trabalho, devem confrontar linhas de pensamento sobre como gerir contas públicas e fontes de receitas e metas de ajustes. "Temos 2015 a 2017 muito ruins, 2018 começa melhor, mas aí veio a greve dos caminhoneiros. Temos muito que analisar dos desafios daqui para frente", ressalta Tolfo. A intenção é percorrer desde modelos de reformas que têm entrado e saído de cena, como a da Previdência e Tributária. "As contas públicas precisam ser colocadas nos eixos", adverte o presidente do Corecon-RS. Um dos painéis, já no sábado, vai tratar de políticas públicas, que conectam com a qualidade de gastos, diz o dirigente. Mas será na cena regional que o Enesul e o Encontro do Corecon devem suscitar mais discussões. O tema do painel é provocativo - Desenvolvimento Econômico Liderado pelo Estado: fato ou ficção?, e terá os professores e economistas Adalmir Antonio Marquetti e Gustavo Inácio Moraes, ambos da Pucrs. A ideia é aprofundar os tipos de ações, com maior ou menor interferência do Estado. O conselho vem sabatinando os candidatos ao governo e detecta que, na disputa de 2018, os candidatos estão apontando como fazer para encarar os problemas financeiros do Estado. "Os painelistas vão trazer a visão entre as linhas desenvolvimentistas e as que combinam ações com viés privado, como parcerias público-privadas", observa o presidente do Corecon-RS. 

O evento ainda confrontará realidades distintas nas economias sulinas. O painel com integrantes dos conselhos de economia dos três estados vai mostrar os fatores que geram hoje realidades bem distintas, com o Rio Grande do Sul perdendo espaço no cenário nacional, sem contar a condição das finanças estaduais com elevado déficit. Já Santa Catarina e o Paraná mostram condições mais favoráveis à atração de investimentos, incentivos fiscais e programas para melhoria de infraestrutura. 

As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo www.coreconrs.org.br.   

CONFIRA O que: 23º Encontro de Economistas da Região Sul (Enesul) e 2º Encontro de Economia do Conselho Regional de Economia (Corecon-RS) Onde: Teatro do Prédio 40 da Pucrs (avenida Ipiranga, 6681) 

Informações e inscrições: www.coreconrs.org.br

Programação:

Dia 24/8 (Sexta-feira)

Pauta Mínima para 2019 (às 19h45min): Samuel Pessôa (FGV) e Sérgio Gobetti (Ipea) 

Dia 25 (Sábado)

O Caminho das Pedras na Profissão (às 9h): Alexandre Barbosa (Sicredi), André Lenz (CRP Companhia de Participações), Gina Gulineli Paladino (Corecon-PR), Jairo Eduardo de Barros Alvares (Grupo CPFL), Luiz Antônio Rubin (Cejusc/TJ-PR), Milton Stella (Pucrs), Ricardo Englert (Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre) Economia Regional (às 10h50min): Carlos Magno Andrioli Bittencourt (Corecon-PR), Izete Bagolin (Corecon-RS) e Rose Irene Souza Neves (Corecon-SC) Políticas Públicas - Avaliação de Escolhas (às 14h): Felipe Garcia (UFPel) e Ronald Otto Hillbrecht (Ufrgs) Desenvolvimento Econômico liderado pelo Estado: fato ou ficção? (às 15h40min): com Adalmir Antonio Marquetti e Gustavo Inácio Moraes (ambos da Pucrs) -

(Matéria da jornalista Patrícia Comunello - Jornal do Comércio) 

LEIA NA ÍNTEGRA A MATÉRIA DO JORNAL DO COMÉRCIO

Samuel Pessôa e Sérgio Gobetti abrem o XXIII Enesul, nesta sexta, no Teatro da PUCRS

 

O professor Samuel Pessôa, da FGV, e o economista Sérgio Gobetti, do IPEA, participarão do painel de abertura do XXIII Encontro dos Economistas da Região Sul do país (Enesul), que acontcerá nesta sexta-feira e sábado, no Teatro da PUCRS (Avenida Ipiranga, 6681 - Prédio 40), em Porto Alegre. Previsto para as 19h45min de sexta-feira, o painel “Pauta Mínima para 2019”, terá a mediação de Patrícia Palermo, Economista-Chefe do Sistema Fecomércio-RS.


Doutor em Economia pela Universidade de São Paulo (USP), Samuel de Abreu Pessôa é Sócio da Reliance, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia, da FGV, e colunista do jornal Folha de São Paulo. Tem experiência na área de crescimento e desenvolvimento econômico, atuando principalmente nas questões relacionados a taxas, gastos e educação no Brasil. Autor de diversos artigos acadêmicos publicados em revistas nacionais e internacionais foi premiado na Haralambos Semionides – ANPEC, como melhor tese do ano de 1995.

Doutor e Mestre em Economia pela Universidade de Brasília (UnB), Sérgio Wulff Gobetti é pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e realiza estudos nas áreas de política fiscal, finanças públicas, tributação e federalismo fiscal. Entre 2010 e 2013, trabalhou no Ministério da Fazenda, onde exerceu os cargos de Assessor Especial do Ministro e secretário-adjunto de Política Econômica, responsável pela Subsecretaria de Política Fiscal e Tributária.

Numa promoção do Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS), o evento abordará, entre outros temas, a agenda econômica do governo que assumirá o país em 2019, as economias dos três estados do sul, RS, SC e PR, políticas públicas, desenvolvimento econômico e a profissão do economista. O XXIII Enesul reunirá docentes e acadêmicos de universidades e de membros de instituições de pesquisas nacionais, além de representantes do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Federação Nacional dos Economistas (Fenecon), e de representantes dos Corecons do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A edição anterior foi realizada na cidade de Curitiba e teve como tema central as perspectivas da economia brasileira sob a ótica da Região Sul.

Por ocasião do XXIII Enesul, estará acontecendo o II Encontro de Economia do RS, que, através do painel “O caminho das pedras na profissão”, discutirá temas relacionados à profissão do Economista.

 

PROGRAMAÇÃO

PUCRS, Teatro do Prédio 40
(Avenida Ipiranga, 6681)

24/08/2018 (Sexta-Feira)

19h – 19h30min: Credenciamento

19h30 – 19h45min: Abertura

19h45min – 21h: “Pauta Mínima para 2019”

Painelistas:

Prof. Samuel Pessôa (FGV)

Econ. Sérgio Gobetti (IPEA)

Mediadora: Econ. Patrícia Palermo (Economista-Chefe Sistema Fecomércio-RS)


21h – 22h: Coquetel de abertura do evento


25/08/2018 (Sábado)

08h – 09h: Chegada de Delegações e Credenciamento

09h – 10h30min: “O Caminho das Pedras na Profissão”

Painelistas:

Econ. Jairo Eduardo de Barros Alvares (Gerente de Regulação Estratégica Grupo CPFL)

Econ. Ricardo Englert (Diretor Financeiro e de Planejamento da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre)

Econ. Alexandre Barbosa (Superintendente de Riscos e Economia/Sicredi)

Econ. André Lenz (CRP Companhia de Participações)

Econ. Milton Stella (Diretor Pró-Reitoria PUCRS)

Mediador – Econ. Antônio da Luz (Economista-Chefe Sistema Farsul)


10h30min – 10h50min: Coffee


10h50min – 11h50min: “Economia Regional”

Painelistas:

Econ. Rose Irene Souza Neves (Corecon-SC)

Econ. Gina Gulineli Paladino (Corecon-PR)

Econ. Izete Bagolin (Corecon-RS)

Mediadora: Econ. Marivia Nunes (Analista Banrisul)


11h50min – 14h: Almoço

(Os participantes do XXIII Enesul terão direito à visita gratuita ao Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS).


14h – 15h30min: “Políticas Públicas: Avaliação de Escolhas”

Painelistas:

Econ. Ronald Otto Hillbrecht (UFRGS)

Econ. Felipe Garcia (UFPel)

Mediador: Econ. Guilherme Stein (Unisinos)


15h40min – 17h: "Desenvolvimento Econômico Liderado pelo Estado: fato ou ficção?"

Painelistas:

Econ. Gustavo Inácio Moraes (PUCRS)

Econ. Adalmir Antonio Marquetti (PUCRS)

Mediador: Econ. André Nunes de Nunes (Economista-Chefe Fiergs)


17h – 18h: Coffee de encerramento

 

Clique aqui para fazer sua inscrição! 

"Entrevistas com candidatos" recebe Roberto Robaina, do PSol

O candidato do PSol ao governo do estado, Roberto Robaina, participou, na última terça-feira, dia 21, do ciclo “Entrevistas com os candidatos ao Governo do RS”, promovido pelo Corecon-RS. Com o apoio da Escola de Negócios da PUCRS e do DCE da Universidade, o evento reuniu, no Auditório do Prédio 5 da PUCRS, em Porto Alegre, economistas, professores e estudantes para acompanharem os posicionamentos do candidato.

O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, abriu o encontro agradecendo aos presentes, ao candidato, e ao emprenho dos conselheiros e das entidades parceiras para o sucesso do evento. O coordenador da Escola de Negócios, professor Gustavo Inácio de Moraes, mediou os trabalhos da mesa. 


mesarobainaRoberto Robaina respondeu a questionamentos previamente produzidos pelas três entidades promotoras do evento, abordando temas como finanças públicas, ICMS, salários do funcionalismo, crédito rural, contas públicas, infraestrutura, segurança pública, incentivos fiscais, entre outros.

No dia 9 de agosto último, o entrevistado foi o candidato do PDT, Jairo Jorge, abriu o ciclo de entrevistas com candidatos e, na semana seguinte, dia 15, foi a vez do candidato do PSDB, Eduardo Leite. Na próxima quarta-feira, dia 29, o candidato ao governo do estado a ocupar a tribuna será Mateus Bandeira, do Novo.

O vice-presidente do Corecon-RS e professor da PUCRS, economista Bruno Breyer Caldas, e o ex-conselheiro Vladimir Alves também estiveram presentes ao Encontro.

Acompanhe aqui, na íntegra, a conversa com o candidato Roberto Robaina

Câmara de Vereadores presta homenagem pelo Dia do Economista

A Câmara Municipal de Porto Alegre prestou homenagem, no dia 16 de agosto, ao Dia do Economista. A alusão à data, comemorada três dias antes, foi proposta pelo vereador e economista Mauro Zacher, dentro do Período de Comunicações, na abertura da pauta legislativa.

Durante sua fala, o vereador Zacher disse que, através da iniciativa, pretende homenagear os profissionais da Economia que desempenham suas atividades, no setor público ou privado, em busca de soluções para esse momento de crise por que passa o país, onde impera o desequilíbrio entre despesas e receitas. Também pediram a palavra para destacar a homenagem, o vereador Adeli Sell e o presidente da Câmara de Vereadores, Valter Nagelstein.

Ao ocupar a tribuna, o conselheiro do Corecon-RS, economista João Carlos Medeiros Madail, falou em nome da Entidade. Agradeceu o autor da proposição e os demais vereadores, além do público presente, e falou sobre o 67º aniversário da promulgação da Lei nº 1.411, que regulamentou a profissão de Economista. Lembrou o autor da Lei, o deputado federal gaúcho Fernando Ferrari e ressaltou a importância da participação do economista na sociedade moderna. Falou sobre as diversas áreas de atuação do profissional de Economia e lembrou a conjuntura econômica brasileira, que, “há algum tempo, vem convivendo num regime de recessão, ocasionado por vários problemas, sobretudo políticos, não solucionados, e que afetam sobremaneira o dia a dia do cidadão brasileiro”. Ressaltou que o resultado disso são o alto índice de desemprego, a redução da produção em função da diminuição no consumo, e, entre outros problemas graves, a ausência de investimentos públicos em áreas prioritárias, como a saúde, educação e segurança”. Finalizou sua fala, dizendo que, “às vésperas da eleição para Presidente, o povo brasileiro tem dois desafios: escolher bem o próximo presidente e escolher também muito bem o novo Congresso”.

final


Também prestigiaram o evento o ex-presidente do Corecon-RS, economista Lauro Renck, o ex-conselheiro Vladimir Alves e os fiscais do Conselho, economistas Antonio Pedro Hickmann e Inara dos Santos Betat.  

 

Pagina 2 de 43