Cenário econômico leva otimismo ao mercado de fusões e aquisições


O ex-presidente do Corecon-RS e diretor e sócio da Companhia de Participações (CRP), economista Clovis Meurer, foi um dos palestrantes do “Tá Na Mesa”, reunião-almoço promovida pela Federação das Associações Comerciais do RS (Federasul), ocorrida na última quarta-feira, dia 30, na sede da Entidade, em Porto Alegre, que discutiu o tema “Investimentos, fusões e aquisições”. Também participaram do painel o economista Ricardo Schmitt, sócio-fundador da StoneCapital Investimentos, e Carlos Parizotto, sócio-fundador da Cypress Associates.

Carlos Parizotto iniciou sua fala apresentando a Cypress, como uma das principais empresas de assessoria financeira independentes do País, especializada em operações de fusões e aquisições, captações no mercado de capitais e de reestruturação de grandes e médias empresas. Com escritórios no Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, desenvolve, desde 2004, projetos baseados no entendimento do contexto e estratégia de empresas, com transações nacionais e internacionais em diversos setores, como varejo, bens de consumo, eletroeletrônico, energia, entre outras. Explicou que nos processos de fusão e aquisição a empresa busca a criação de valor através da compra, venda ou da associação, tendo como operações mais comuns a aquisição total ou parcial de empresas, venda de participação acionária, fusões, venda de unidades de negócios, joint ventures, entre outros. Disse, ainda, que as operações estruturadas são projetos customizados que visam atender às necessidades específicas dos clientes normalmente não oferecidos pelo mercado tradicional, com “o objetivo de proporcionar maior liquidez à empresa ou financiar projetos específicos”. 

federasulclovisClovis Meurer fez uma breve apresentação da CRP Participações, que atua há mais de 30 anos nos três estados do Sul e em São Paulo, e é uma empresa com foco na área de Private Equity ou Venture Capital, que investem em outras empresas ainda não abertas ao mercado de capitais, através de investimento com aporte de recursos, normalmente em pequenos negócios na área de tecnologia, inovação. Lembrou, ainda, que a CRP também faz investimentos em negócios mais tradicionais, nas áreas do setor metal mecânico, agronegócios, energia, ou, mesmo, em negócios maiores, com o aporte de recursos mais substanciais, em setores da construção civil e de implementos rodoviários. “O grande objetivo é proporcionar recursos para alavancar as boas ideias. É essa atividade de investir num negócio, apoiá-lo para que cresça, para que atinja sua maturação, agregando mais valor ao longo dos anos, e vender no futuro, com ganho para os investidores”, completou. Citou os casos de empresas, no Rio Grande do Sul e no Brasil, que iniciaram pequenas, cresceram e, graças à visão e coragem de jovens empreendedores, hoje têm participação forte no mercado mundial. Falou da segurança confortável dos baixos rendimentos gerados pelas aplicações da poupança e renda fixa, e fez um convite aos empresários presentes para aproveitarem o novo cenário econômico que surge no horizonte, com juros e inflação baixos, para investirem nos negócios das fusões.

Ricardo Schmitt disse que a sua empresa, que atua em Caxias do sul e em Porto Alegre, está chegando recentemente a Curitiba. Falou da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), entidade sem fins lucrativas em atividade desde o ano 2000, que visa o desenvolvimento da atividade de investimento de longo prazo no país, pelo conceitos de private equit, venture e seed capital. Disse que é otimista com relação ao novo cenário da economia brasileira, que, com as baixas taxas de juros anuais esperadas e crescimento do produto acima dos países desenvolvidos, está atraindo as atenções de um número muito grande de investidores estrangeiros para ativos de risco. “A baixa atratividade de ativos estrangeiros aliada à recuperação da economia brasileira e melhora dos índices econômicos, coloca o Brasil em destaque para alocação de capital externo”, afirmou, ressaltando que os investidores estrangeiros estão olhando para o Brasil como a bola da vez. Disse que o mercado de fusão e equity no Brasil atravessa uma onda extremamente positiva em função desse cenário econômico e que o próprio comportamento do mercado tem demonstrado que os empresários já estão com nova expectativa e que “as coisas estão começando a acontecer”. 

Estiveram presentes a esta edição do “Tá Na Mesa”, o presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, os conselheiros Aristóteles Galvão e José Junior de Oliveira, e o ex-presidente Leandro Antonio de Lemos. Também participaram da reunião a presidente da Federasul, Simone Leite, o vice-presidente Anderson Cardoso, seus diretores, empresários e profissionais liberais.

Atenção, Economista! Eleições Corecon-RS 2019

As eleições dos CORECONs neste ano ocorrerão exclusivamente pela internet, por meio do site www.votaeconomista.org.br, das 8h do dia 29 de outubro de 2019 até as 20h do dia 31 de outubro de 2019. Serão eleitos 1/3 (um terço) dos conselheiros efetivos e suplentes dos Conselhos Regionais de Economia, além de delegados eleitores efetivo e suplente para as eleições do Cofecon.

Atenção: você receberá uma senha provisória antes da votação. A partir de 22/10/2019, ou mesmo durante o período eleitoral, acesse o site para cadastrar a sua senha definitiva. Será necessário informar alguns dados pessoais, para efeito de identificação. Em caso de dúvidas, entre em contato com o Conselho Regional de Economia do seu estado.

Caso não receba a senha provisória ou tenha esquecido, acesse o site a partir de 22/10/2019 e escolha a opção “Recuperar Senha”.

Vale destacar que o processo é totalmente seguro e verificado por auditores externos, o que, além de legitimá-lo, o torna mais democrático e fortalece a representatividade da categoria. A participação de todos os economistas é muito importante.

Para votar, é preciso estar devidamente registrado no Conselho Regional de Economia do seu estado e adimplente com as anuidades e débitos de qualquer natureza perante o Corecon, até oito dias antes do início das eleições.

Faça diferença! Participe e exerça seu direito ao voto.

 

Como votar:

- Entre no site www.votaeconomista.org.br;

- Escolha o Estado RS e clique em "entrar";

- Coloque seu CPF e sua senha caso tenha recebido sua senha provisória. Caso não a tenha, clique em "recuperar senha";

- Responda as informações sobre os seus dados de identificação;

- A senha será enviada para o celular ou e-mail disponível;

- Caso não consiga, contate o Corecon-RS no número 51-32542600;

- Também é possível votar na sede do Corecon-RS, Rua Siqueira Campos, 1184 - Conj. 601 a 606 - Centro Histórico - Porto Alegre/RS.


Acesse aqui para saber todas as informações sobre as Eleições Corecon-RS 2019

Clovis Meurer no "Tá Na Mesa", da Federasul


O ex-presidente do Corecon-RS e diretor e sócio da Companhia de Participações (CRP), economista Clovis Meurer, será um dos palestrantes do “Tá Na Mesa”, reunião-almoço promovida pela Federação das Associações Comerciais do RS (Federasul), que acontecerá no dia 30 de outubro próximo, quarta-feira, às 12 horas, no Salão Nobre da Entidade, Largo Visconde de Cairu, 17, Centro Histórico de Porto Alegre. O tema será “Investimentos, fusões e aquisições” e contará também
com as participações do economista Ricardo Schmitt, sócio-fundador da StoneCapital Investimentos, e Carlos Parizotto, sócio-fundador da Cypress Associates.

Acesse o link, para informações e inscrições

Conselheira do Corecon-RS é palestrante do Café da Manhã do CIEE-RS


A conselheira do Corecon-RS, economista Vanessa Neumann Sulzbach, será a palestrante do Café da manhã promovido pelo Centro de Integração Empresa Escola do RS (CIEE-RS), que acontecerá no dia 31 de outubro próximo (quinta-feira), às 8h30min, no Centro de Eventos CIEE-RS (Av. Dom Pedro II, 861), em Porto Alegre. Abordará o tema "A economia gaúcha no contexto nacional e internacional".

Vanessa possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do RS (UFRGS), mestrado em Economia de Empresas pela Escola de Economia de São Paulo (FGV-EESP) e é doutoranda em Economia Aplicada pela UFRGS. Atualmente é Chefe de Divisão do Departamento de Economia e Estatística (DEE), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado do RS, e responsável pelas áreas de contas regionais, matriz de insumo-produto e conjuntura econômica. Tem ampla experiência na área, tendo trabalhado na LCA Consultores e na Federação das Indústrias do Estado do RS (Fiergs).

O evento, que tem o apoio do Corecon-RS, é gratuito, e as vagas são limitadas.

Confirme sua presença pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até o dia 30/10/19. Maiores informações pelo fone (51) 3284.7122.

Abertas inscrições para o “Prêmio Corecon-RS 2019”


Encontram-se abertas as inscrições para o “Prêmio Corecon-RS 2019”, nas modalidades Dissertação de Mestrado, Monografias ou Trabalhos de Conclusão de Curso e Artigos Técnicos ou Científicos.

A iniciativa visa premiar, anualmente, trabalhos de profissionais que atuam na área da economia, dos recém mestres dos cursos de Pós-Graduação em Economia e dos recém formados nos cursos de Graduação em Ciências Econômicas de Instituições de Ensino Superior no Estado do Rio Grande do Sul.

O prazo de inscrições ao Prêmio encerra-se no dia 25 de outubro de 2019.
A solenidade de entrega do Prêmio Corecon-RS 2019 será realizada no dia 17 de dezembro de 2019, às 20 horas, no Hotel Continental, em Porto Alegre.

Maiores informações pelo fone (51) 3254.2608 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Acesse o regulamento e fichas de inscrições do Prêmio Corecon-RS 2019

Abertas inscrições para prêmios Reportagem de Economia 2019 e Jornalista de Economia do Ano

Encontram-se abertas as inscrições para o “Prêmio Corecon-RS de Reportagem de Economia 2019” e para o “Prêmio Jornalista de Economia do Ano”.

O “Prêmio Corecon-RS de Reportagem de Economia 2019” tem como objetivo valorizar trabalhos jornalísticos produzidos sobre a economia gaúcha, por profissionais em atividade no Estado, nas áreas da mídia imprensa (reportagem de revistas e jornais on line), radiojornalismo (reportagem de rádio) e mídia digital (reportagem em mídia digital).

Poderão participar trabalhos publicados ou veiculados em órgãos de imprensa do país (jornais, revistas, emissoras de rádio e mídia digital). As inscrições deverão ser efetuadas, até o dia 8 de novembro de 2019, às 17 horas, na sede do Corecon-RS (Rua Siqueira Campos, 1184 – 6º andar), em Porto Alegre.

O “Prêmio Jornalista de Economia do Ano” tem como objetivo homenagear um jornalista com atuação na área econômica, em jornais, revistas, emissoras de rádio ou mídia digital. As inscrições podem ser feitas pelo Corecon-RS ou pelas faculdades gaúchas que oferecem o curso de Comunicação Social/Jornalismo. Cada entidade indicará o nome de até três jornalistas que concorrerão ao Prêmio, para, então, a Comissão Julgadora escolher um nome entre os indicados.

Os prêmios serão entregues durante solenidade oficial no dia 17 de dezembro de 2019, às 20 horas, no Hotel Continental, em Porto Alegre. Na oportunidade, também serão outorgados o “Prêmio Corecon-RS 2019” de dissertações de mestrado, monografias e artigos técnicos, e o “Prêmio Economista do Ano”.

Clique para acessar:

Regulamento e ficha de inscrições Prêmio Reportagem de Economia

Regulamento e ficha de inscrições Prêmio Jornalista de Economia do Ano

Presidente Tolfo entrega prêmio a gaúcho vencedor do PBE

O presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, entregou a premiação ao economista gaúcho Tomás Amaral Torezani, que conquistou o primeiro lugar na categoria Tese de Doutorado, com o trabalho “Evolução da produtividade brasileira: mudança estrutural e dinâmica tecnológica em uma abordagem multissetorial”, no XXV Prêmio Brasil de Economia. A solenidade de entrega dos prêmios aos vencedores do PBE foi realizada na noite do dia 16 de outubro, durante a abertura do XXIII Congresso Brasileiro de Economia, em Florianópolis. Também foi premiada a economista gaúcha Kalinca Léia Becker, com Menção Honrosa, na Categoria Artigo Técnico ou Científico, com o trabalho “Deficiência, emprego e salário no mercado de trabalho brasileiro”.

Numa promoção do Cofecon e do Corecon-SC, com o apoio do Corecon-PR e do Sindecon-SC sob o tema central “Alternativas para a retomada do desenvolvimento econômico”, e voltado para a reflexão e debate sobre os principais aspectos que afetam a economia brasileira e mundial, o Congresso reuniu, ao longo de três dias, mais de 1.000 estudantes e profissionais, que participaram de palestras, mesas-redondas, painéis temáticos, atividades culturais, premiações e homenagens.

O economista gaúcho Martinho Roberto Lazzari participou, como palestrante, do Painel "Economia Regional no Contexto da Economia Nacional", ocorrido na quinta-feira, dia 17. Também acompanharam está edição do Prêmio o conselheiro do Corecon-RS, economista Aristóteles Galvão, e os conselheiros federais gaúchos, economistas Clóvis Meurer  e Henri Bejzman.

O presidente do Corecon-RS também participou, no sábado, dia 19, da Sessão Plenária Ampliada do Cofecon, que reuniu todos os presidentes de regionais do Brasil.

Foto: Assessoria de Imprensa CBE

Justiça Federal equipara honorários periciais de economistas

 

O Conselho da Justiça Federal decide favoravelmente à isonomia dos honorários profissionais de economistas aos dos engenheiros e contadores que atuam em trabalhos técnicos de perícia nos processos que tramitam na Justiça Federal.

A decisão deve-se à requerimento administrativo encaminhado ao então presidente do TRF4, Desembargador Federal Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, pelo Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS), em 17 de abril de 2018. A decisão foi oficializada através da Resolução Nº 575 do TRF4, de 22 de agosto de 2019, que altera a redação da Tabela II, Anexo Único, da Resolução Nº 305/2014, que trata dos honorários periciais na Justiça Federal Comum.

Os estudos, que deram iniciativa ao requerimento impetrado pelo Corecon-RS, foram elaborados pelos economistas peritos Aristóteles da Rosa Galvão e Evori Veiga de Assis, e pelo Procurador da Entidade, Alexandre Salcedo Biansini, sob a coordenação do presidente Rogério Tolfo.

O Conselho Federal de Economia (Cofecon) acompanhou o processo em nível federal, com medidas que ajudaram a impulsionar a análise do tema no âmbito do Conselho da Justiça Federal.

Segundo o presidente do Corecon-RS, economista Rogério Tolfo, trata-se de uma grande conquista, não apenas para os economistas peritos de todo o Rio Grande do Sul e do Brasil, mas, também, para o mercado de Perícia na área das Ciências Econômicas, “que tem seus horizontes de trabalho ampliados e se vê reconhecido, forte e valorizado com essa justa decisão da Justiça Federal”.

 
TABELA II

HONORÁRIOS PERICIAIS NA JUSTIÇA FEDERAL COMUM 

Área

Valor Mínimo (R$)

Valor Máximo (R$)

Engenharia, Contábil e Ciências Econômicas

            149,12

         372,80

Outras áreas

             62,13

         248,53

UCS promove ciclo de debates "A grandeza da carreira e a formação profissional"

A Universidade de Caxias do Sul (UCS) está promovendo, no dia 22 de outubro, às 18 horas, no Bloco J, Sala Sescon, mais uma edição do ciclo de debates “A grandeza da carreira e a formação profissional”, com o economista Tiago Sbardelotto. Abordará “A profissão do Economista e a formulação da política fiscal na prática”.

Sbardelotto é economista graduado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e mestre em Economia pela Universidade de Brasília (UnB). Possui experiência profissional em Economia da Regulação, Economia do Setor Público e Finanças Públicas, tendo atuado com regulação e análise econômica na Anatel e na avaliação de cenários da Dívida Pública no Tesouro Nacional. É Auditor Federal de Finanças na Secretária do Tesouro Nacional (STN), e, atualmente, é responsável pela área de modelagem e análise fiscal do Tesouro Nacional.

Inscrições em https://sou.ucs.br/inscricoes/formulario/conversas-com-economistas-ext022371/

Economistas gaúchos entre os vencedores do Prêmio Brasil de Economia

 


Os economistas gaúchos Tomás Amaral Torezani e Kalinca Léia Becker estão entre os premiados do XXV Prêmio Brasil de Economia (PBE). Tomás conquistou o primeiro lugar na categoria Tese de Doutorado, com o trabalho “Evolução da produtividade brasileira: mudança estrutural e dinâmica tecnológica em uma abordagem multissetorial”, e Kalinca recebeu o prêmio de Menção Honrosa (terceiro lugar), na Categoria Artigo Técnico ou Científico, com o trabalho “Deficiência, emprego e salário no mercado de trabalho brasileiro”. 

O trabalho de Tomás Torezani foi defendido em dezembro do ano passado na Universidade Federal do RS (Ufrgs) e teve a orientação dos professores André Moreira Cunha e Henrique Morrone. Kalinca Becker já havia conquistado o segundo lugar na Categoria Artigo Técnico ou Científico da edição do ano passado do PBE, com o trabalho “Análise do efeito dos gastos públicos na área social sobre o consumo de drogas dos alunos nas escolas das capitais brasileiras”.

Tomás Amaral Torezani é graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Mestre em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Maringá (PCE/UEM) e Doutor pela Ufrgs. Atualmente é Pesquisador do Departamento de Economia e Estatística (DEE-RS), antiga Fundação de Economia e Estatística (FEE), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag). Desenvolve pesquisas nas áreas de crescimento e desenvolvimento econômico, com ênfase em Mudança Estrutural, Economia da Indústria e Tecnologia, Comércio Internacional, Economia Regional e Economia Institucional.

Kalinca Becker é graduada em Ciêcias Econômicas pela Universidade Federal de Santa Maria. É professora Adjunta no Departamento de Economia e Relações Internacionais, professora permanente no Programa de Pós-Graduação em Gestão de Organizações Públicas e colaboradora no Programa de Pós Graduação em Economia e Desenvolvimento na UFSM. É Doutora e Mestre em Economia Aplicada pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (Esalq/USP). 

Os nomes dos vencedores do XXV PBE foram divulgados pelo Cofecon e a premiação ocorreu na cerimônia de abertura do XXIII Congresso Brasileiro de Economia (CBE), no dia 16 de outubro último, em Florianópolis.


Confira os vencedores XXV Prêmio Brasil de Economia

Página 11 de 69