slogan

SELO ENEF

Corecon/RS visita a Casa do Economista

foto1a


A presidente do Corecon/RS, economista Simone Magalhães, acompanhada dos ex-presidentes Fernando Ferrari Filho e Lauro Renck, e do conselheiro Rogério Tolfo, reuniu-se, na tarde da última quarta-feira, dia 27, com os presidentes do Sindicato dos Economistas do RS, economista Mark Ramos Kuschick, e da Sociedade de Economia do RS, economista Sérgio Ramos Gonzalez. O encontro aconteceu na Casa do Economista e reuniu, também, membros da diretoria das duas entidades da Casa.

Simone Magalhães falou das ações que vêm sem sendo desenvolvidas pelo Corecon/RS em sua gestão, “com o objetivo de atender, de forma mais efetiva, às necessidades e anseios do profissional da Economia, através de cursos de treinamento e qualificação e do fortalecimento de sua atuação no mercado de trabalho”. Lembrou as visitas que a entidade vem fazendo às principais instituições públicas e privadas do estado, a rotina de acompanhamento às formaturas dos cursos de Economia da Região Metropolitana de Porto Alegre e do interior do Rio Grande do Sul, os convênios com diversas instituições de treinamento e qualificação, a melhoria da comunicação, entre outras iniciativas. Ressaltou que o grande objetivo da visita à Casa do Economista é buscar a reaproximação entre as três instituições representativas dos economistas gaúchos. Disse que hoje existem mais de 4,5 mil economistas e cerca de 1,5 mil bachareis de Economia e "que é fundamental que nos definitivamente na luta pelo fortalecimento das nossas instituições, dos cursos de Economia e da profissão de Economista em todo o estado".

foto3aOs representantes da Casa do Economista agradeceram a iniciativa do Corecon/RS. Mark Kutchik disse que "é uma satisfação muito grande verificar o interesse do Corecon/RS em buscar essa aproximação, tão necessária para o fortalecimento da Casa do Economista e para a categoria como um todo". Falou das dificuldades das duas entidades em manter a estrutura física à disposição dos economistas e relatou as principais ações do Sindicato e da Sociedade no apoio à categoria, como a mediação em dissídios e o acompanhamento a contratos de trabalho.

As três entidades resolveram um novo encontro para dentro de 15 dias, com o intuito de aprimorar a troca de experiências entre as instituições, quando se iniciarão os trabalhos de conhecimento mútuo dos planos e projetos definidos por cada diretoria.