slogan

logo ie rs 2020 255

Com distanciamento social, Projeto gaúcho vira referência entre os Conselhos nacionais

O Conselho Regional de Economia do RS (Corecon-RS) vem desenvolvendo, desde o final do mês de março, quando foram determinadas as regras de distanciamento social no Brasil por recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma série de lives, produção de vídeos e orientações voluntárias de especialistas, dentro do projeto “Força-Tarefa: Economistas falam à sociedade gaúcha”. Desde o dia 2 de abril, já foram realizadas 26 lives, com a participação de renomados economistas do Brasil e do exterior, abordando o tema principal e seus impactos nos mais variados setores da economia local, regional, nacional e global. Foram, ainda, realizadas 16 gravações de vídeos, também com esse enfoque, além de atendimentos informais via fone, e-mail e whatsapp.

Segundo o presidente do Corecon-RS, economista José Junior de Oliveira, afirmou que a iniciativa tem o objetivo de informar e esclarecer a sociedade sobre os impactos da crise global gerada pela Covid-19 nas economias. “Com toda a potencialidade e conhecimento de nossos economistas, o Corecon-RS não poderia ficar omisso neste momento tão difícil, que transformou a vida de todos os cidadãos”, disse.

O vice-presidente, Aristóteles da Rosa Galvão, que coordena o Projeto, explicou que, para a elaboração das lives, estão sendo utilizadas as mais variadas plataformas gratuitas, como facebook, instagram, googlemeet, youtube, streamyard, entre outras, variando de acordo com a preferência dos apresentadores, assim como do público a ser atingido. Galvão lembra que o sucesso do Projeto, idealizado a partir de uma parceria com o Conselho de Santa Catarina, e, mais tarde, com o do Paraná, serve hoje de referência aos demais Corecons de todo o País. “O mais gratificante nisso tudo é ver a categoria unida em torno de um objetivo, que é levar à sociedade informações necessárias para um melhor entendimento deste momento pelo qual estamos passando”.

Uma das maiores autoridades mundiais em Economia da Saúde, professor da Universidade Nova de Lisboa, Pedro Pita Barros,
estará em live do Corecon

Embora o Corecon venha tentando manter um limite máximo de duas lives semanais, para esta semana estão previstas “A pós-pandemia e o agronegócio na Região Sul do Brasil”, com os Antônio da Luz, Economista-Chefe da Farsul, Gláucia Padrão, economista da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri-SC), e Jefrey Albers, da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), que acontecerá nesta segunda-feira, às 19 horas. Na quarta-feira, será um evento internacional, onde o Professor Catedrático da Universidade Nova de Lisboa, economista Pedro Pita Barros, será entrevistado pelos economistas Giácomo Balbinotto (Ufrgs), Gisele Braun (BID), Márcia Godoy (Furg) e Ricardo Letízia (Uergs), sobre o tema “Economia da Saúde: lições europeias”. Na sexta-feira, os economistas e professores da ESPM Roberto Uebel e Fabio Pesavento falarão sobre “Cenários pós-pandemia: impactos nas relações econômicas internacionais”.