slogan

logo ie rs 2020 255

Inatecsocial e desenvolvimento para Cruz Alta e região


Enedina Teixeira da Silva
Economista, professora da Unicruz, coordenadora do Inatecsocial/Unicruz
Corecon-RS Nº 6439

 

O que é o Projeto Profissão Catador Inatecsocial Unicruz, desenvolvido pela Universidade?

E um projeto de extensão universitária da Inatecsocial, Incubadora e Aceleradora Tecnológica de Negócios Sociais da Universidade de Cruz Alta, que desenvolve uma tecnologia social para a geração de trabalho e renda, auxiliando na organização do trabalho associativo de catadores de materiais recicláveis, para que melhorem sua qualidade de trabalho e consequentemente sua qualidade de vida, buscando a implementação de coleta seletiva solidária executada por catadores e remunerados pelo poder público. Trabalha com a sustentabilidade social, econômica, ambiental e cultural

Quem são os apoiadores?

Desde 2006, o projeto conta com o financiamento/patrocínio do CNPq, Rede de Parceria Social do Estado do Rio Grande do Sul, Petrobras, Secretaria Nacional de Economia Solidária, Rotary Club, Fundação Banco do Brasil, Prefeitura Municipal de Cruz Alta, Prefeitura Municipal de Ibirubá, Prefeitura Municipal de Tupanciretã e Prefeitura Municipal de Salto do Jacuí.

Que instituições participam do projeto?

Diversas entidades e associações representativas de catadores de materiais recicláveis de toda a região, como a Associação de Catadores de Cruz Alta (ACCA), Associação de Recicladores de Cruz Alta (Arca), Associação dos Recicladores do Bairro Primavera de Cruz Alta (Areprica), além de outras, de Salto do Jacuí, Ibirubá e Tupaciretã.

Qual a abrangência?

As ações do projeto profissão catador acontecem nos municípios de Cruz Alta, Tupanciretã, Salto Jacuí e Ibirubá

Quais os objetivos?

Os principais objetivo são fortalecer a organização social e econômica dos catadores de materiais recicláveis e melhorar a sua condição de trabalho e renda. Pretendemos, ainda, implementar nos municípios da coleta seletiva solidária executada por catadores e remunerados pelo poder público por este serviço com educação ambiental.

Que tipo de aproveitamento será dado ao material descartado?

O material descartado é classificado, prensado e vendido para a indústria de reciclagem.

De que forma o Programa vem sendo recebido pela sociedade?

A sociedade está recebendo o Projeto e suas ações com positividade, pois contribui para a sustentabilidade social, ambiental e econômica

Quem serão os mais beneficiados?

Diretamente, os catadores, com a geração de trabalho e renda, e, indiretamente, as suas famílias e a sociedade como um todo.

Qual o impacto econômico e social para a região de Cruz Alta?

Para Cruz Alta são 35 mil quilos de resíduos recicláveis coletados e comercializados ao mês, gerando renda para os trabalhadores da catação, aumentando a vida útil de aterros sanitários, incrementando a indústria da reciclagem e melhorando as condições de trabalho dos catadores e, consequentemente, melhorando a sua qualidade de vida.

Que outros projetos a Inatecsocial vem desenvolvendo?

Encontram-se em execução a inserção social dos catadores de materiais recicláveis de Cruz Alta/RS por meio da educação financeira, através do Curso de Ciências Contábeis. Também, a aplicação do "More Legal" às famílias de baixa renda no município de Cruz Alta, com a concretização da função social da propriedade como garantia constitucional, através do Curso de Direito; educação formal às famílias do projeto Profissão Catador; uma proposta de organização da feira de economia solidária; orientação tributária para as associações de catadores de materiais recicláveis de Cruz Alta; recolhimento de medicamentos descartados, através do Curso de Farmácia. Também estamos desenvolvendo empreendimentos de economia solidária, como fabricação de vassouras a partir de garrafas pet, de confecção de bolsas ecológicas a partir de banners descartados e espaço no campus da Universidade para comercialização de produtos da economia solidária.